Castelo Forte é o Nosso Deus

Castelo Forte é o Nosso Deus

Atualizado: Segunda-feira, 21 Setembro de 2009 as 12

"Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, que farás na enchente do Jordão? (Jeremias 12:5).

Castelo Forte é o Nosso Deus

"Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à Sombra do Onipotente descansará" (Salmo 91:).

Quando Martinho Lutero foi defender as suas 95 teses, ele corria um grande risco de vida. Para que nada acontece com ele, foi designado que ele fosse hospedado em um castelo, uma fortaleza, para que a sua vida fosse preservada em todo transcorrer do processo. Porém, no interior do castelo, ele travou uma grande luta espiritual, pois o local, não o protegia das astutas ciladas do inimigo de nossas almas; o qual foi vencido pelo poder da oração, da comunhão com o Pai Eterno; visto que acima de Lutero estar refugiado em um castelo, que detinha um grande aparato para o proteger, ele estava refugiado em Deus.

Esta experiência serviu como inspiração, para que Lutero escrevesse uma de suas obras primas, o Hino Castelo Forte, onde em uma de suas estrofes, ele declaro em alta voz:

"Castelo Forte é o Nosso Deus, Espada e Bom Escudo; com Teu poder defende os Seus, em todo transe agudo".

Amados, não basta estarmos alojados em um lugar bem estruturado, equipado com tudo aquilo que é necessário para o nosso bem estar. Todas estas coisas são boas, porém, não são atributos da verdadeira segurança, mesmo que elas possam transparecer tal coisa, pois mesmo em tal lugar, o inimigo poderá entrar, se ele não estiver ocupado pela presença do Espírito de Deus. Segurança real e verdadeira só existe para aquele, que tem o Senhor como Alto Refúgio. Sendo assim, que possamos atrair a Presença do Senhor para nossas vidas, para dentro dos nossos lares; que Ele nos acompanhe onde quer que nós andarmos, pois assim, estaremos em completa segurança!

Em nome de Jesus, amém.

Presbítero: Erasmo Miranda de Araújo

"Abençoe-nos Deus, e todos os confins da terra O temerão" (Salmo 67:7)

veja também