Como conquistar um cônjuge que não quer saber de Deus

Como conquistar um cônjuge que não quer saber de Deus

Atualizado: Quarta-feira, 29 Abril de 2009 as 12

O casamento é um presente de Deus para todo ser humano. Porém, nos dias de hoje em nossa sociedade, não tem sido visto com bons olhos. Pessoas têm escolhido um relacionamento sem compromisso, para permanecerem no controle de suas vidas com um pensamento individualista, vivendo como querem sem ter a cobrança de qualquer outra pessoa. Dessa maneira, é possível mudar de parceiro a qualquer momento e buscar apenas fazer a vontade da carne, não dando valor aos princípios de Deus, à família e a uma vida a dois.

Todos estes fatos se repetem constantemente como conseqüências de relacionamentos problemáticos. A falta de se doar e compreender seu parceiro ger o sentimento de incompatibilidade. A essência do casamento é o companheirismo, compartilhar sonhos, objetivos e juntos construir uma bela família com a bênção de Deus. Para viver um casamento como Deus planejou é necessário renunciar, não pensar apenas em si próprio, mas se preocupar em agradar o parceiro. É preciso saber dividir e conquistar coração do cônjuge todos os dias de sua vida.

Se você está a ponto de se separar, não tome atitudes impulsivas. Lembre-se de que os mesmos problemas momentâneos que está vivendo agora poderão se repetir com outra pessoa amanhã. Você já parou para pensar que o problema pode estar em você? O Amor supera todos os obstáculos. Talvez você tenha chegado a este estágio por falta de carinho, atenção, amor, compreensão, afeto, renúncia. Porém, para tudo existe restauração. Aquilo que aos nossos olhos pode parecer impossível para Deus é possível. Ele é capaz de restaurar sua família.

Como posso alcançar esta restauração?

?Com Amor eterno Te Amei e com bondade Te atrai? - Jr 31:3.

Deus nos atrai para Ele com amor. Quando Ele deseja nos trazer para perto Dele, Ele não vem com um chicote na mão nos ameaçando, mas Ele nos abençoa e depois abençoa mais. Isto nos constrange a tal ponto que reconhecemos que Deus tem sido tão bom conosco, que não somos merecedores e precisamos retribuir de alguma forma. Assim, buscamos a Ele de coração e não por medo ou obrigação. Da mesma forma, em um relacionamento para iniciar uma restauração, é necessário dar amor. Talvez seu cônjuge não tenha vontade de ir à igreja e se aproximar de Deus. Então você não deve entrar em brigas e discussões querendo provar alguma coisa. Apenas manifeste o amor, pois de tanto ser bondoso, compreensivo, amoroso e buscar fazê-lo feliz, isto vai constrangê-lo a ponto de ele querer retribuir e te agradar também, gerando novamente amor, admiração, respeito, carinho e aproximação de Deus.   

?O amor é sofredor, é benigno; o amor näo é invejoso; o amor näo trata com leviandade, näo se ensoberbece. Näo se porta com indecência, näo busca os seus interesses, näo se irrita, näo suspeita mal. Näo folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha? - 1 Cor 13:4-9.

Oliver Rodrigues é pastor e ministro de louvor.

veja também