Pastor é esfaqueado por jovem durante culto, mas sobrevive: "O pior não aconteceu"

Tentando conter um agressor que invadiu o templo de sua igreja, o pastor João de Deus foi atingido por uma facada na nuca, mas passa bem.

Fonte: Guiame, com informações do G1Atualizado: quinta-feira, 28 de abril de 2016 12:17
Pastor João de Deus é pastor e policial militar da reserva, em Goiás. (Imagem: G1)
Pastor João de Deus é pastor e policial militar da reserva, em Goiás. (Imagem: G1)

Na noite da última terça-feira (26), um jovem de 23 anos foi preso após invadir uma igreja e atacar a facadas o pastor e o recepcionista de uma igreja em Porangatu (GO). O crime acabou sendo registrado por câmeras de segurança.

As imagens registram o momento em que um jovem sem camisa aparece na porta da igreja, empurra e agride a facadas o porteiro, Galeno Vinhal Ribeiro Neto.

Com ferimentos na mão, Galeno foi socorrido e levado ao Hospital de Urgências de Anápolis.

Logo após o jovem conseguir ferir o porteiro e invadir o templo, o pastor João de Deus dos Santos - policial militar da reserva, de 52 anos - tentou conter o jovem, mas acabou tropeçando, caiu e também levou uma facada na nuca. A vítima também foi socorrida e já está em casa.

"Observei um homem vindo com uma faca grande na mão. Ali, naquele momento, quando eu pulei nele, o meu pé enganchou em um dos fios do retorno do som. Antes de ir ao chão, ele conseguiu me acertar na nuca", relatou.

As câmeras internas do templo ainda registraram um tumulto, quando o pastor foi ferido.

"Foi muito desespero, uma cena de terror mesmo porque a gente não esperava. Mas graças a Deus, o pior não aconteceu”, disse a cantora Jocivalda Moisés.


Susto
Segundo o pastor, o jovem estava "visivelmente drogado" e já tinha tentado entrar na igreja, momentos antes.

"Ele iria entrar para fazer tumulto. A mãe dele, já falecida, frequentava a igreja. Ele é desviado. Pouco antes, tinha ido lá, mas o porteiro conversou com ele e evitou a sua entrada. Ele saiu, pegou uma faca no bosque e voltou", disse.

O pastor acrescentou que, após feri-lo, o rapaz ainda saiu manuseando a faca e, por pouco, não atingiu outros fiéis.

Policial militar da reserva desde 2013, o pastor comentou sua reação de tentar conter o jovem armado.

"É quase que incontrolável [proceder assim], faz parte. Agi mais por instinto de policial que de pastor. A intenção era conter o jovem", afirma.

Livramento
Em janeiro deste ano (2016), outro pastor também foi vítima de uma tentativa de assassinato na Colômbia. Após ver que um homem havia entrado no templo para matá-lo, começou a gritar: "há poder no nome de Jesus". O rapaz simplesmente caiu e começou a contrair-se.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições