Amy Grant e Steven Curtis Champan fazem turnê juntos; Saiba dos detalhes

Em anos de carreira, esta é a primeira vez que os dois entram em tour juntos. Um momento épico para a música cristã contemporânea.

Fonte: Guiame, Karlos AiresAtualizado: segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016 15:17
Amy Grant e Steven Curtis Chapman
Amy Grant e Steven Curtis Chapman

Os cantores Amy Grant e Steven Curtis Chapman por muitos anos continuam como gigantes da música cristã contemporânea. Mas, pela primeira vez em suas carreiras, os dois vão subir ao palco juntos em uma turnê de duas semanas.

"Nós estamos agora, neste momento da vida e de nossas carreiras, é divertido fazer parte de diferentes experiências musicais", afirma Grant, 55, em uma recente entrevista por telefone. Os dois famosos residentes de Nashville irão realizar juntos, com uma banda combinada, por toda a noite, relembrando, contando histórias e fazendo memórias duradouras para os fãs sortudos.
"Ele é um grande compositor, grande contador de histórias", contou Amy sobre Chapman, 53. "Ele viveu uma vida incrível. Ouvir as histórias por trás das músicas, é algo muito criativo. Quando você começa a conhecer a personalidade por trás dele, você passa a ouvi-lo de forma diferente", disse.

"Eu não posso acreditar que nos levamos tanto tempo para ir para a estrada juntos", disse ela, notando que eles nunca sequer gravaram juntos. "Steven é um dos maiores contadores de histórias musicais, e estamos ansiosos para ‘descascar’ os anos através destas canções, porque tem sido um grande passeio até agora. Nós vamos nos divertir muito”, ressaltou.
Em um comunicado à imprensa, Chapman disse: "Eu sou um grande fã da Amy, então eu não posso esperar por esta oportunidade de dividir o palco e compartilhar as músicas. É algo que nós já conversamos e sonhava em fazer por um longo tempo, então eu estou realmente animado por isso estar finalmente acontecendo", contou.

A Pop Amy

Depois de estourar no cenário como uma nova adolescente, levando a música cristã contemporânea a um público de massa, Amy Grant tornou-se a primeira artista na música cristã a ter um disco de platina e passou a se tornar uma sensação de crossover.

Seu grande sucesso pop de 1991, "Heart in Motion", vendeu cinco milhões de cópias, ostentando os singles "Baby Baby", "Every Heartbeat" e " That's What Love Is For”. Naquele tempo, o negócio da música era muito diferente, pelo fato dos artistas não estarem sob o microscópio da mídia social.

"Ninguém era observado como eles são agora”, disse Grant. "É divertido fazer parte da comunidade de música. A música é parte da minha vida o tempo todo. Não é porque todo mundo está tentando melhorar a sua carreira. É divertido amar algo e estar em uma cidade onde um monte de pessoas têm experimentado altos e baixos, fazendo algo que amam. É divertido para conhecer pessoas que passam por diferentes fases da sua vida", relatou.

Ao longo de sua vida, Amy ganhou seis Grammys e inúmeras premiações evangélicas como da Music Association Dove Awards. Além disso, com três álbuns multi-platina, seis discos de platina e quatro discos de ouro. Amy alcançou 10 Top 40 de singles pop e colocou 17 hits na parada “Contemporary 40 Adult Top”. É membro do Music Hall of Fame e tem uma estrela na lendária “Hollywood Walk of Fame”.

Chapman e sua saga no pop e adoração

Como o artista mais premiado na história da música cristã, Chapman ganhou 58 prêmios “GMA Dove Awards”, além de cinco Grammys e vendeu quase 11 milhões de álbuns. Ele é um apoiador de adoção. Juntamente com sua esposa, Mary Beth, fundaram a organização “Show Hope”, que não tem fins lucrativos e ajuda a restaurar a esperança de órfãos em perigo.

Desde a sua criação, a Show Hope tem ajudado a oferecer casas por meio de doações para mais de 5.000 órfãos de mais de 53 países, incluindo os EUA.

Assista o anúncio da dupla

Siga-nos

Mais do Guiame