"Este é realmente um álbum gospel", afirma Kanye West sobre novo disco

West também foi “registrado” em um estúdio com o famoso produtor musical gospel, compositor e artista Kirk Franklin no dia 28 de janeiro.

Fonte: Guiame, com informações do Christian PostAtualizado: quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016 15:44
Reprodução (Instagram)
Reprodução (Instagram)

O rapper Kanye West publicou uma informação no mínimo curiosa em seu Twitter no último dia 27 de janeiro. "Este álbum é realmente um álbum Gospel", twittou o músico. Antes do anúncio, o magnata do rap havia trocado palavras em uma discussão com Khalifa no Twitter, sobre o filho de 28 anos do rapper e mãe da criança, Amber Rose. A rixa começou depois que West interpretou mal um termo usado por Khalifa (KK).

Depois do embate, West disse que Deus havia dito para não falar mais sobre os filhos das pessoas. "O sonho de Deus... Nunca fale sobre as crianças de novo... Todo o amor... Todas as bênçãos...", ele publicou no microblog.

O cantor de 38 anos anunciou que seu próximo álbum de estúdio iria mudar de nome. De "Swish" para "Waves". Seu lançamento foi anunciado anteriormente para o dia 11 de fevereiro.

West não ofereceu mais explicações sobre o motivo dele está chamando o seu álbum de um disco gospel. Mas ele foi “registrado” em um estúdio com o famoso produtor musical gospel, compositor e artista Kirk Franklin no dia 28 de janeiro. O rapper 2 Chainz postou uma foto em sua conta no Instagram consigo mesmo, West, o produtor Mike Dean e Franklin.

Abordagem de Kirk

Embora Franklin não tenha falado especificamente sobre como é trabalhar com o West recentemente, ele apareceu no programa de rádio Shade 45 "Sway In The Morning" em 2013, onde ele foi questionado sobre sétimo título do álbum de Kayne "yeezus" ser possivelmente uma blasfêmia. Franklin admitiu que West era um amigo dele.

"Ele é um bom amigo" Franklin disse ao apresentador de rádio Sway Calloway. "Eu era como Jesus, o seu filho. Eu amo esse registro ainda", comentou.

O músico gospel se recusou a usar o programa de rádio como uma saída para bater West e explicou que falar em um microfone era uma poderosa responsabilidade. Franklin disse que preferia falar com West pessoalmente sobre o assunto, em vez de abordar a questão no programa de rádio.

"Acho que o microfone é uma ferramenta muito poderosa e você pode usá-la para construir pessoas ou você pode usá-la para matar pessoas," Franklin disse no programa de rádio. "E por isso, meu trabalho na terra é para ser sempre uma luz na vida de alguém. Eu gostaria de usar a ferramenta para se comunicar sempre de uma maneira que eu estou indo para elevar alguém, então eu não posso sempre fazê-lo através desta ferramenta que é o microfone. Isso pode ser de coração a coração... Que pode ser um telefonema ou quando vejo alguém em pessoa", pontuou no programa.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições