Kirk Franklin afirma que quer "se assentar entre os pecadores"

O músico de 46 anos de idade e autor do álbum "Losing My Religion" ("Perdendo a Minha Religião") publicou sua postagem nas mídias sociais, depois de algumas fotos dele gravando com o rapper Kanye West virem à tona.

Fonte: Guiame, com informações do Christian PostAtualizado: quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016 19:04

Kirk Franklin não está interessado em investir todo o seu tempo com os cristãos que acreditam serem perfeitos. O compositor e produtor musical norte-americano afirmou quer estar na companhia dos pecadores.

"Eu quero me assentar onde os pecadores estão... o bem, algumas vezes me deixa doente. #losingmyreligion #randomthought", Franklin twittou.

O músico de 46 anos de idade e autor do álbum "Losing My Religion" ("Perdendo a Minha Religião") publicou sua postagem nas mídias sociais, depois de algumas fotos dele gravando com o rapper Kanye West virem à tona. O produtor de música gospel disse que está frustrado com as críticas, enquanto almas perdidas estão confusas com o estilo de vida dos cristãos.

"Ok ... o ponto do meu coração foi a subcultura do cristianismo, em que apenas sentar e ir e voltar pode ser frustrante. Os perdidos estão morrendo e confusos com a nossa pregação, mas a nossa vida não é sempre a mesma", escreveu ele . "Eu prefiro estar tentando ganhá-los em vez de discutir entre 'nós'. Estou Cansado de treinar, eu quero entrar em campo e jogar".

O conceito do 12º álbum de estúdio de Franklin, "Losing My Religion" aborda a importância de que as pessoas a confiem mais nos relacionamentos que nas leis da religião.

No entanto, o artista cristão deixa claro que não há nada de errado em declarar oficialmente sua fé.

"Eu nunca diria que afirmar que você é um cristão está errado. Eu também entendo que há um aspecto humano em ser capaz de identificar as pessoas como africanas, americanas, hispânicas ou asiáticas", ele já disse ao 'Christian Post'. "Mas isto não define os relacionamentos, o que significa que você pode ser casado e ainda assim não saber sobre intimidade. Você pode ser religioso e não saber nada sobre relacionamento".

Para evitar qualquer confusão, Franklin decidiu usar uma parábola para ilustrar ainda mais o seu ponto de vista.

"Se você estivesse se afogando em um lago, eu estivesse dirigindo e visse você se afogando ... se eu pulasse para fora do carro e saltasse na água para salvá-lo, você estaria muito agradecido não é? Desde então, quando você me visse, você falaria sempre comigo, você iria sempre me abraçar", disse ele. "Agora imagine se você estivesse se afogando e eu, em vez de saltar na água para salvá-lo, ficasse ao seu lado, gritarndo 'bata os pés com mais força, respire mais rápido, se mantenha à tona!".

Franklin continuou perguntando: "se eu fizesse isso, apenas gritando as instruções para você, você seria tão grato?".

O ministro de música comparou a religião à pessoa em pé ao lado do lago e gritando instruções para uma pessoa que estivesse se afogando.

"Deus enviou seu Filho para pular no lago e nos salvar. Estamos tão agradecidos por Ele. Ninguém tem nada a nos dizer para manter a lei", disse ele. "Nós automaticamente cumprimos a lei por causa da nossa gratidão, por ele saltar no lago".

Para Kirk Franklin, é importante promover o aspecto relacional do cristianismo, porque ele se lembra que não tem visto muito amor de Deus na religião, ultimamente.

"Há muitas pessoas como eu neste sistema, que nunca foram apresentadas ao amor de Deus. Conhecer a Deus como um pai amoroso é muito estranho para elas", ele disse anteriormente ao Christian Post. "Eu acho que a maioria das pessoas influentes da América não conhecem a Deus. Há sempre mais sinais do piquetes [dizendo] 'Deus odeia gays' ou 'Deus odeia o aborto'. Mas quantos você tem visto por aí com uma placa em manifestações, que diz: 'Jesus te ama'?", argumentou.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições