Ana Paula Valadão é capa da Veja BH como 'Pop star da fé'

Ana Paula Valadão é capa da Veja BH como 'Pop star da fé'

Atualizado: Segunda-feira, 24 Junho de 2013 as 4:23

Líder do ministério de louvor Diante do Trono, Ana Paula Valadão é capa da revista Veja BH desta semana.
 
“Nunca imaginei aparecer na TV em rede nacional. Só queria divulgar a mensagem do amor de Deus”, é assim que ela começa a entrevista.
 
A matéria destaca o início do ministério de Ana Paula. Aos 19 anos, ela buscou na religião o consolo para o término de um noivado. Em 1998 o grupo lançou, de forma independente, o primeiro CD. Márcio Valadão, pai de Ana Paula e pastor da Igreja Batista da Lagoinha, lembra que eles venderam vales-CD no valor de R$ 5.
 
Atualmente, Ana Paula cuida da produção de três CDs. Renovo, que foi gravado ao vivo no Expominas, em março, e será lançado no próximo mês; Tu Reinas, com faixas inéditas que serão gravadas no próximo dia 9, em Juazeiro do Norte, no Ceará; e um álbum em inglês, de título ainda não definido, que será veiculado na internet.
 
Nesse trecho da matéria, a jornalista fala sobre a fama de centralizadora da cantora, já que ela comenta a capacidade da equipe, mas diz que tudo passa por sua mão.
 
A reportagem também destaca o fato de Ana Paula ser conhecida como uma máquina de trabalhar, pois, além do Diante do Trono, ela se dedica ao culto mensal só para mulheres, escreve livros (já tem dois publicados) e atualiza pessoalmente suas redes sociais.
ana paula valadão
 
“Para a mulher bíblica, a sensualidade é vivida toda dentro do casamento. Ela não usa roupas sexy”, diz o cabeleireiro Silvio Nogueira, que cuida de seu visual há dez anos. Ele também lembra que o estilo de Ana lança moda entre as mulheres.
 
Casada desde 2000 com o pastor Gustavo Bessa, de 39 anos, ela diz que, em casa, deixa de lado a postura controladora que não consegue evitar no trabalho. “Lá, eu tiro o chapéu da liderança.”
 
Ela é contra o casamento gay e não esconde seu ponto de vista. “Se há um cristão falando por aí que é a favor da homossexualidade, ele não é um cristão de verdade”, afirma. Mas garante que os homossexuais são bem-vindos em sua igreja. “Tenho um grande amigo ex-gay.”
 
Ana Paula contou que escrevia  músicas quando ainda era criança. “Da passagem do cometa Halley até a aids, tudo o que via na TV ou na escola virava tema”, conta, às risadas.
 
No final da matéria, está o marco histórico que o Dianet do Trono alcançou com o álbum 'Preciso de Ti', em 2001. Mais de 2 milhões de cópias garantiu a vigésima posição no ranking dos vinte discos mais vendidos no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD).
 
A capa da revista descreve Ana Paula como 'Pop star da fé', mas ela não gosta de ser rotulada como estrela gospel. Prefere se definir como “líder do ministério de louvor”. Diz ela: “Presto um serviço, que é a música feita para adorar a Deus”.
 
 
com informações da vejabh
 

veja também