Coluna Maximiliano Moraes - Completa obediência

Coluna Maximiliano Moraes - Completa obediência

Atualizado: Terça-feira, 21 Outubro de 2008 as 12

Completa obediência

"Então o Senhor disse a Abrão: Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção." - Gênesis 12.1,2 - NVI

A promessa de Deus para Abrão foi grandiosa: a partir de um só homem Deus faria surgir uma grande nação. Mas tudo dependia de duas coisas: fé e obediência. Por isso Abrão, logo após receber a orientação de Deus, partiu com sua família e levou consigo seu sobrinho Ló e toda a sua casa. Chegaram em Canaã, de acordo com o que Deus lhes tinha ordenado que fizessem, e ali se instalaram na certeza de que Deus os prosperaria. Mas isto não ocorreu imediatamente.

Houve fome na terra. Talvez, naquela situação, Abrão tenha duvidado do cumprimento da promessa de Deus e, somando isto à sua própria necessidade humana, desceu ao Egito, saindo da terra para onde o Senhor o tinha mandado. Ló mais uma vez o acompanhou. Ali, com medo de ser morto pelos egípcios por causa da beleza de Sarai, sua mulher, Abrão mentiu dizendo que ela era sua irmã. Apesar de ser agraciado com bens dados por Faraó, a mentira de Abrão acabou por atrair maldição e doenças. Faraó, assim, expulsou Abrão do Egito e deixou que este levasse tudo o que tinha adquirido.

Mas mesmo tendo enriquecido sobremaneira, houve desavença entre os pastores de Abrão e Ló na terra onde eles tinham se estabelecido depois do Egito. Somente depois da partida de Ló Deus relembrou a Abrão de sua promessa, mandando que ele olhasse para os quatro horizontes do lugar para onde tinha voltado: a terra de Canaã.

É interessante notar que, apesar da fé de Abrão, houve fome, maldição e muitos contratempos em seu caminho. É de se surpreender que Deus tenha permitido esses acontecimentos; seria isso uma prova à fé de Abrão? Não. Deus sempre exige de nós completa obediência. Afinal, 99% de obediência é o mesmo que desobediência.

A fome, as guerras ou as pragas, no Antigo Testamento, eram sempre sinal de que Deus não aprovava as atitudes do seu povo. Abrão realmente deu um passo de fé quando saiu da sua terra, mas Deus tinha dito a ele que saísse de sua terra e do meio de seus parentes. Abrão levou consigo Ló, seu sobrinho. Além disso, Abrão temeu a fome em Canaã e desceu para o Egito, e ainda mentiu para Faraó. Por isso Deus permitiu que houvesse fome, maldição e desentendimento. Após sua volta, Deus reafirmou sua promessa, abençoou Abrão através de Melquisedeque e ainda fez aliança com ele, mudando o seu nome de Abrão para Abraão - pai de muitas nações.

Você está se sentindo parado no tempo? Você tem buscado a Deus constantemente, mas sua vida espiritual parece estagnada? Seus projetos não saem do papel, seus sonhos não se realizam, sua motivação está acabando? Você se lembra das promessas de Deus para sua vida, mas elas parecem nunca se concretizar? Você chegou a dar passos de fé, mas diversos contratempos a minaram? É possível que você tenha se desviado do propósito inicial ou tenha se esquecido de algum detalhe que faria toda a diferença para seu triunfo.

Talvez isso tenha ocorrido de forma inconsciente e não intencionalmente. Mesmo assim, é hora de rever as promessas de Deus, pedindo ao Espírito Santo que lembre você de todas as orientações que Ele lhe deu. Deus quer abençoar você; essa é a Sua natureza. Por isso, sinta-se encorajado a voltar para a vereda, para o pleno cumprimento do plano de Deus para a sua vida. Afinal, um desvio de um grau na rota de um foguete faz com que ele erre completamente o alvo final. Deus quer que você acerte o alvo; Ele deseja sua completa obediência.

Maximiliano Moraes é brasiliense e tem 34 anos. Servo de Deus chamado para missões através da música, é casado com Marina e pai de Leon. É graduado em Liderança Avançada pelo Haggai Institute em Maui, Hawaii. Foi arranjador e preparador vocal do Ministério Klim Kideshim, diretor de música do Instituto Cristo Para as Nações, em Belo Horizonte, e arranjador vocal do Ministério de Louvor Diante do Trono. Produtor musical, arranjador e professor, dá palestras, seminários e workshops voltados para treinamento de grupos de louvor. Escritor bissexto, tem ainda textos e artigos em várias publicações e sites na Internet.

 

veja também