Coluna - Nill: Amor de fã - 1ª parte

Coluna - Nill: Amor de fã - 1ª parte

Atualizado: Quarta-feira, 26 Março de 2008 as 12

Amor de fã - 1ª parte

Creio firmemente que a qualidade da nossa adoração a Deus está intimamente ligada ao sentimento que nutrimos por Ele. O que você sente por Deus?

Existe uma música bem conhecida da cantora Aline Barros que diz em seu refrão: "Apaixonado, apaixonado, apaixonado por você, Senhor, estou". Eu tenho certa dificuldade com essa letra, por mais bela que seja a canção e a interpretação de Aline Barros.

Quando penso em paixão, penso em algo arrebatador, incontrolável e... passageiro. Veja algumas definições de "paixão" encontradas no Novo Dicionário da Língua Portuguesa de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira: "Sentimento ou emoção levados a um alto grau de intensidade, sobrepondo-se à lucidez e à razão; afeto dominador e cego; obsessão; entusiasmo muito vivo por alguma coisa". Você compreende o que eu quero dizer?

A paixão me faz lembrar o amor que fãs dizem ter por seus ídolos. O amor de fã é irracional. Na maioria das vezes, o fã não consegue explicar o porquê de tamanho ardor por seu cantor preferido ou por seu time do coração.

É comum vermos fãs fazendo loucuras por seus ídolos: atirando-se sobre carros; lutando com seguranças; etc. Mas o amor que Deus espera de nós não é um amor irracional. Em Rm 12:1,2 Paulo ensina: "Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus".

É por esse motivo que não há lugar para fanatismo no meio do povo de Deus. A palavra fã tem origem na palavra inglesa "fan", abreviatura de outra palavra inglesa, "fanatic", ou, fanático. Fanático não pensa, só reage. Ele adere cegamente a uma doutrina. Fanático não age como filho, porque fanático não é filho, é fã. Como você tem agido durante a sua adoração a Deus?

Não posso amar a Deus sem compreender quem Ele é e o que Ele deseja de mim. Não sou fã de Deus, sou filho de Deus.

A paz do Senhor!

Nill é ministro de louvor; evangelista; de 1997 a 2002, apresentou o programa Gospel Line, exibido pela Rede Record e pela extinta Rede Mulher de Televisão; escritor do livro "Nova Vida ao Lado do Salvador"; radialista, teólogo e advogado; na década de 80 foi integrante do grupo Dominó.

Contato: nillministerio.blogspot.com

              [email protected] 

veja também