Comunidade do Metallica no Orkut elogia novo CD do Oficina G3

Comunidade do Metallica no Orkut elogia novo CD do Oficina G3

Atualizado: Segunda-feira, 2 Fevereiro de 2009 as 12

Além da ótima repercussão do novíssimo CD da banda Oficina G3, "Depois da Guerra", dentro do gospel, o trabalho do grupo chamou atenção também de outro segmento. Foi criado um tópico na comunidade Metallica Brasil (banda de rock respeitada em todo o mundo) no Orkut dizendo: "Banda cristã grava o melhor disco de rock nacional", em referência ao grupo e seu novo álbum, que acaba de ser lançado pela MK Music.

Em menos de 15 dias, o tópico já acumula mais de 500 mensagens de pessoas que ouviram as músicas e resolveram registrar suas opiniões. Muitas delas apontam a qualidade sonora da banda, os temas das canções e os timbres dos instrumentos. Juninho Afram e Duca Tambasco, guitarrista e baixista do Oficina G3, respectivamente, comentaram a iniciativa.

"Nosso primeiro sentimento é de felicidade. Não pelo título especificamente, mas pela abertura. Sempre nos esforçamos para fazer um trabalho de qualidade à altura da mensagem que levamos: Jesus Cristo. Somos idealistas e gostaríamos muito que todo mundo deixasse o preconceito de lado e experimentasse o que experimentamos, que é viver com Deus. Isso é o que nos motiva. Ficamos muito felizes que essa galera passou por cima dos rótulos e se dispôs a ouvir nosso trabalho. E mais ainda: Que gostaram! (risos). É rock'n roll sem fronteiras!", compartilhou Juninho Afram.

"Para nós da Oficina G3 é uma grande conquista. Por mais que não se trate de uma premiação, trata-se do reconhecimento do público brasileiro de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, que é o Metallica. E melhor ainda, de um público não cristão. Afinal, queremos tocar o coração dessas pessoas também com as letras de nossas músicas, que tratam do ser humano e seus diversos questionamentos. Tudo dentro de uma ótica cristã. Mostrando que por mais que às vezes não encontremos por nós mesmos soluções, em Deus sabemos que se encontram todas as respostas. Também sentimos que as pessoas estavam esperando o som que resgatamos. É isso que é Oficina G3. É isso que é DDG (Depois da Guerra", disse o vocalista.

Depois da Guerra

Após muita ansiedade do público e algum suspense por parte da banda e da gravadora, chega às lojas o quinto CD do Oficina G3 pela MK Music, "Depois da Guerra". O álbum marca uma nova fase da banda - que tem mais de vinte anos de estrada e duas indicações ao Grammy Latino no currículo. Uma das novidades é a chegada do novo vocalista, Mauro Henrique, ao grupo.

Em "Depois da Guerra" o Oficina G3 consegue manter sua característica ministerial e o propósito confiado a eles por Deus: fazer do rock uma ferramenta de evangelismo e, claro, uma ótima música para os ouvidos, e para os pés (para quem gosta de tirá-los do chão).

Destaque para a faixa "Eu Sou", que nasceu de uma experiência marcante do líder da banda e guitarrista, Juninho Afran. A letra fala de Deus, de sua onisciência e onipotência. Uma das estrofes diz: "Quem buscar Me encontrará / Quem pedir receberá / Quem invocar Eu vou ouvir / Eu sou, o EU SOU'. A música nasceu quando Juninho estava orando, e começou a tocar e a cantar a letra. A princípio, veio a dúvida: "Senhor, como eu posso escrever em Teu Nome?" "Mas, logo em seguida, veio a resposta de que era o Senhor quem estava me dando a canção", atesta Juninho, que compôs ao lado de Jean Carllos (teclado) e Duca Tambasco (baixo), seis das 14 músicas que compõem o álbum.

O vocalista Mauro Henrique também revelou sua veia poética no disco em "Incondicional", letra que explica detalhes da ação de Deus na vida de seus filhos demostrando o Seu amor e cuidado com aqueles que o amam. "Incondicional" também ganhou versão em inglês, feita pelo G3 com suporte de Vitor Pinheiro, amigo da banda. Questionado sobre sua adaptação ao grupo, Mauro foi enfático em afirmar: "Está sendo a melhor possível. A galera já está em total harmonia", garante.

Durante a gravação do álbum, Mauro morava em Brasília mas, com o lançamento, mudou-se para São Paulo onde todos os integrantes residem. "Quando recebi o convite para fazer parte do G3 eu senti paz e tive a confirmação de Deus de que era algo vindo dEle. Hoje meu coração só quer uma coisa: entender a vontade de Deus para isso tudo e cumprir Sua vontade sem falhar", afirma Mauro, convicto do propósito do Pai para sua vida.

Juninho Afram comemora a chegada de Mauro. Para ele, foi um grande presente. "O Mauro é de Deus, e isso pra gente é primordial. Para fazer a obra de Deus, devemos estar na mesma visão. Viver com Jesus é a melhor experiência que o homem pode ter", revela Juninho, que ao lado de Jean, Duca e Mauro, produziu o novo disco.

As idéias da banda foram organizadas e somadas às criações de Heros Trench e Marcelo Pompeu, que também assinam a produção musical. É a primeira vez que o Oficina G3 trabalha com Pompeu e Heros. "Os caras estão há muitos anos na estrada do heavy metal", revela Duca Tambasco. Os produtores, além de criarem, também funcionam como mediadores. Cada um dá a sua colaboração. E o clima entre todos foi o melhor possível no dia-a-dia de gravação de "Depois da Guerra", realizada nos estúdios NaCena e MR. Som, em São Paulo, capital.

Sobre o título "Depois da Guerra", Jean Carllos explica: "Parece que nós passamos por uma guerra. Esse CD então surgiu sendo um marco de tudo aquilo que já vivemos e para o que vamos viver. O nome tem muito a ver com o contexto de hoje". A capa reflete o tema: ruínas de uma cidade, com pétalas caindo do céu e uma rosa com folhas nascendo em meio à destruição. "A capa retrata aquilo que a gente acredita, que vivemos. As lutas, a batalha, sim, mas a alegria chegando com o amanhecer", completa Jean.

veja também