Conheça a trajetória do grupo Fat Family

Conheça a trajetória do grupo Fat Family

Atualizado: Sexta-feira, 4 Fevereiro de 2011 as 10:24

A família Cipriano, de Sorocaba, era composta por nove irmãos. Apenas uma delas, Sônia, não enveredou para o mundo da música.

Com o tempo, Sidney, Celinha, Simone, Celinho, Suzete, Katia e Deise começaram a se tornar um grupo vocal dos mais elogiados.

Duas coisas chamavam a atenção no time: o fato de todos eles serem gordinhos e de suas vozes possuirem muita força e afinação.

Bem-humorados, resolveram adotar o nome Fat Family ("família gorda", em tradução livre).

O primeiro CD, Fat Family, saiu em 1998 pela gravadora EMI e emplacou um grande sucesso de execução, a música Jeito Sexy, versão em português de Shy Guy, gravada originalmente pela cantora caribenha Diana King.

Graças a uma dança peculiar que tinha nos movimentos de pescoços sua assinatura, o grupo se tornou queridinho da mídia, especialmente a televisiva, com participações em todos os programas de grande audiência.

Fat Festa (1999) os manteve em evidência e marcou a entrada de outra irmã, Sueli, no time.

Em 2002, lançaram Por Onde For Me Leve, cuja repercussão foi bem abaixo da dos trabalhos anteriores.

O ano de 2005 teve como marca mudanças profundas na estrutura da Fat Family.

Sidney saiu do grupo e adotou o nome artístico Sidney Sinay, com o qual gravou o disco solo Um Novo Homem (2007).

Celinha também saiu, e o grupo ficou reduzido a Sueli, Simone, Celinho, Suzete, Katia e Deise.

Eles continuam na ativa, mas nos últimos seis anos também passaram a se dedicar à música gospel.

veja também