"Cristãos pirateiam menos", segundo pesquisa na Inglaterra

"Cristãos pirateiam menos", segundo pesquisa na Inglaterra

Atualizado: Segunda-feira, 20 Janeiro de 2014 as 7

"Cristãos pirateiam menos", segundo pesquisa na InglaterraPesquisadores da Universidade de Manchester (Inglaterra) analisaram o comportamento de 1.124 indivíduos entre 18 e 34 de anos de idade e publicaram recentemente alguns dos resultados deste estudo. Segundo seus registros,  pessoas que frequentam igrejas regularmente e se declaram cristãos, cometem menos infrações como downloads ilegais de músicas, por exemplo.
 
Além da infração relacionada a à internet, também estavam na lista na lista, o uso de drogas e até furtos em lojas.
 
Porém, especificamente no caso da pirataria, foram feitas duas perguntas a todos os entrevistados, para descobrir se estes já haviam baixado algum arquivo de áudio gratuito (promoções e presentes foram obviamente desconsiderados). As respostas de cada um foram comparadas ao fato destes indivíduos frequentarem ou não alguma igreja.
 
O resultado mostrou que, a maioria das pessoas que frequentavam os templos tinha menos tendência a cometer as infrações listadas.
 
Para o estudante (PHD) e coordenador da pesquisa, Mark Litter, a explicação destes resultados estaria no fato de a prática religiosa apresentar certas normas a seus adeptos, direcionando-os a um comportamento mais correto.
 
O estudo completo e seus resultados, segundo o site, serão liberados ainda em 2014.
 
Com informações da INFO Online

veja também