"Dia de milagres e muita festa", diz Priscilla Alcântara

"Dia de milagres e muita festa", diz Priscilla Alcântara

Atualizado: Quarta-feira, 30 Março de 2011 as 10:46

A cantora e apresentadora Priscilla Alcântara, do “Bom Dia & Cia” e “Cantando No SBT”, vai participar da 18ª edição da Marcha Para Jesus, em São Paulo.

Veja a seguir o que diz a apresentadora, que conta um pouco sobre sua trajetória, experiências, e o que a Marcha representa para sua vida.

Marcha Para Jesus: No ano de 2006, você se apresentou na Marcha Para Jesus pela primeira vez. Como rolou o convite? Priscilla Alcântara: Faltando uma semana para a Marcha, participei de um programa do apóstolo Estevam, e cantei no programa. Foi mais uma realização de um sonho, mais uma conquista, foi realmente muito bom.

Em sua primeira apresentação, você tinha apenas oito anos de idade. Qual foi a sensação de cantar para milhares de pessoas, sendo tão novinha, em meio a gigantes da música Gospel brasileira? Um privilégio, uma conquista que Deus me deu. Foi uma honra cantar para milhares de pessoas com tantos outros cantores que eram meus ídolos da música gospel. Nunca esperei cantar para um público tão grande, mas sempre tive esse sonho. E cantar na Marcha foi um grande aprendizado para a minha vida profissional.

No ano de 2007, você emocionou o público ao cantar com a Gil a música “Milagre”. Como surgiu a ideia de formar esse dueto, já que vocês possuem estilos musicais tão distintos? O que as influenciou na hora de escolher a canção? Eu conheci a Gil no SBT, e a partir daí ficamos muito amigas. Estava perto da Marcha de 2007 e eu a convidei para cantar uma música comigo, já que ela nunca tinha ido a uma marcha. Ela mesma sugeriu para cantarmos a música “Milagre”, porque a letra é muito forte e linda. Ficamos muito felizes pela grande oportunidade de louvar a Deus com tantas pessoas juntas.

Nesses cinco anos de Marcha, qual foi a sua experiência mais marcante? São experiências diferentes a cada vez e por isso a cada ano levo uma marca da Marcha junto comigo. Mas a que eu nunca vou esquecer, foi a primeira vez que eu cantei na Marcha, foi realmente um sonho, pois recebi muitos milagres na minha família e na minha vida,  um deles é a prosperidade no meu trabalho no SBT.

Hoje, com quase 15 anos, já na fase da adolescência, com novos projetos profissionais, você se sente mais segura para participar de um evento como esse? Ou ainda rola aquele frio na barriga? Sempre tem um frio na barriga, mas acho que agora já estou mais acostumada em cantar para um público maior, afinal, já é o sexto ano, então...  (risos).

Hoje, você tem dois álbuns gravados: “O Início” e “Meu Sonho de Criança”, o que você está preparando para a apresentação deste ano? Um pop diferente, com algumas músicas que eu fiz. Algo para acompanhar mais a minha idade e o meu público. Estamos preparando algo muito legal para este ano, com muito carinho e espero que todos gostem do resultado final.

O que a Marcha Para Jesus representa para você? É um momento em que podemos mostrar o que a nossa fé é capaz de fazer para aqueles que ainda não conhecem Jesus. É um momento em que podemos louvar a Deus da melhor maneira junto com milhões de pessoas. É um dia de milagres e muita festa.  

veja também