DiscoPraise lança CD pela Graça Music, com produção de Ruben di Souza

DiscoPraise lança CD pela Graça Music, com produção de Ruben di Souza

Atualizado: Sexta-feira, 21 Outubro de 2011 as 3:46

Há nove anos, os amigos Clayton O Lee (Voz), Jota Albuquerque (Baixo), Cláudio Gomez (Teclados) e Davi Moreno (Guitarras) estão juntos na formação da DiscoPraise, banda que surgiu na cidade de Brasília em 2002.

Os dois primeiros discos lançados pelo grupo (Transformou, em 2002, e Vai tudo bem, 2007) eram voltados para o evangelismo, com letras que falavam do amor de Deus e da mensagem da salvação. Os álbuns tiveram excelente repercussão entre a juventude cristã e, principalmente, no meio musical, tanto que a banda figurou em duas edições do extinto Troféu Talento em várias categorias, chegando a receber seis indicações.

Depois de dois anos em turnê, divulgando o disco "Vai tudo bem", a banda resolveu, após um tempo de busca ao Senhor, mudar o foco do novo álbum, escrevendo canções mais voltadas para um relacionamento íntimo e particular com Deus. Assim, nasceu "Se eu me humilhar", que também marca uma mudança na sonoridade e um amadurecimento do grupo. E foi justamente esse novo som que chamou a atenção da Graça Music. Após conferir uma apresentação da banda em Brasília, o grupo foi convidado a integrar o cast da gravadora, e, à época, o recém-lançado CD "Se eu me humilhar" passou o fazer parte do catálogo de vendas da gravadora.

Com o sucesso da parceria, no final de 2010, a gravadora assinou contrato artístico com a banda. “Foi a realização de um sonho. Só o Senhor e as nossas famílias sabem o quanto batalhamos para chegar até aqui”, disse Clayton O Lee, vocalista da DiscoPraise.

E o grupo já começou 2011 com uma dura missão: escolher o repertório do novo disco da banda. Animados, o quarteto gravou 22 músicas, e foi difícil escolher apenas 12 para o álbum, que tem um título forte: "Como se não houvesse amanhã".

“Queremos passar para o nosso público, que é bem jovem, essa meta de não deixar para amanhã a decisão de um real compromisso com o Senhor. O amanhã pode não chegar”, fala O’Lee.

As canções do disco mesclam adoração e músicas de celebração, algumas com pitadas bem disco, fazendo uma referência à música dos anos 70. A produção do CD, mais uma vez, ficou a cargo do maestro Ruben di Souza, que já havia produzido os discos anteriores da DP. O projeto gráfico foi assinado por Chistyan Schneider, e as fotos são de Bruno Fioravanti, ambos de Brasília.

A canção "Tudo o que eu amo está em Ti", a primeira de trabalho do novo álbum, já foi enviada para as principais rádios do país, e a banda já começa, nos próximos dias, a excursionar pelo Brasil divulgando o novo álbum.

Nome das faixas do CD:

01- Tudo que eu amo está em Ti

02- Serei alcançado

03- Como se não houvesse amanhã

04- Lá vou eu!

05- Perto de Ti

06- Todo olho verá

07- Treme, treme, treme

08- Novo tempo

09- Toma a minha vida

10- Minha alma

11- Janelas do céu

12- Eu descobri

veja também