Entrevista Gilson Campos: "Eu era escravo e cego pelo pecado"

Entrevista Gilson Campos: "Eu era escravo e cego pelo pecado"

Atualizado: Quinta-feira, 4 Fevereiro de 2010 as 12

Por Juliana Simioni - www.guiame.com.br

Gilson Campos tornou-se conhecido no meio artístico como ex-integrante do Twister, grupo que fez sucesso em 2000, alcançando, inclusive, o primeiro lugar nas rádios brasileiras. Além da atuação em uma novela transmitida em horário nobre no México e Estados Unidos, Gilson participou de programas de TV como Xuxa, Domingo Legal, Eliana, Caldeirão do Hulk e Raul Gil.

Segundo o próprio cantor, aos 17 anos de idade ele orou pedindo a Deus fama, sucesso, reconhecimento e talento para a música, e foi atendido. Além das aparições na televisão, Campos fez turnês por todo o Brasil e exterior com o grupo.

Em seu testemunho, Gilson conta que foi por meio de CDs evangélicos, que ganhava das fãs, que Deus começou a trabalhar em seu coração. Hoje, o cantor já está em seu terceiro trabalho pela Line Records - "Vale a Pena Servir" -, lançado na ExpoCristã 2009, e faz ministrações por todo o Brasil.

Em entrevista exclusiva, Gilson Campos fala da carreira, da fidelidade de Deus e de novos projetos.

Guia-me: O fato de já ser conhecido na mídia pela participação no Twister atrapalhou ou ajudou no ingresso na carreira gospel?

Gilson Campos: A Bíblia diz que tudo coopera para aqueles que amam a Deus, acredito que minha carreira secular ajudou bastante na questão musical e profissional, mas hoje tudo, enfim, mudou, pois Deus tem me dado muito além do que poderia imaginar.

Guia-me: Você alcançou fama e sucesso na juventude e estava aparentemente realizado. Quando percebeu que ainda havia um vazio a ser preenchido?

Gilson Campos: No ano de 2001 fizemos uma turnê no México e EUA e em meio às bebidas e à prostituição senti que tinha tudo e ao mesmo tempo não tinha nada.

Guia-me: Foi difícil desvincular-se do estilo de vida que levava antes de se converter?

Gilson Campos: 2 Corintios 5:17 diz: &Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo&. A minha conversão foi muito forte graças a Deus. Em um dia era escravo e cego pelo pecado e no outro, liberto, lavado e remido pelo sangue de Jesus. Eu louvo ao Senhor por mudar o meu viver! Aleluia!!

Guia-me: Como entrou para a carreira de cantor gospel?

Gilson Campos: Acredito que entendi o chamado logo em seguida a minha conversão em 2001, mas comecei a ministrar louvores a Deus somente dois anos e meio depois. Sentia o desejo de viver experiências e de ser ministrado pelo meu pastor.

Guia-me: Você ganhou o prêmio de "Revelação Masculina" no Troféu Talento 2006 e o de "Melhor Intérprete Masculino" na edição 2008. Acredita que essas premiações são provas da fidelidade de Deus?

Gilson Campos: Com toda certeza. Amo esse Deus que me trouxe à vida e dá a oportunidade de estar em sua presença, entoando hinos de gratidão por tudo o que tem feito. O Troféu Talento é uma prova de que o Pai Celestial tem nos dado graças para falar do seu amor.

Guia-me: No seu álbum mais recente você regravou o hino &Grandioso és Tu& no estilo Rock and roll. Como surgiu a ideia dessa regravação?

Gilson Campos: Sempre gostamos de regravar hinos que cantamos em nossas igrejas e Grandioso és Tu não poderia ficar de fora.

Guia-me: A canção "Tudo é do Pai", gravada pelo padre Fábio de Melo, que fala sobre o filho pródigo, também foi regravada e está no seu álbum "Vale a Pena Servir". Você se identifica com essa música e por quê?

Gilson Campos:   Essa composição do Frederico Cruz, um homem de Deus, chamada Tudo é do Pai, fala muito forte ao meu coração, pois eu fui esse filho pródigo.  Várias vezes ouvi falar de Deus e de seu amor, mas mesmo assim tinha fome de sucesso e fui para o &mundão& me aventurar, até o dia em que voltei para a casa do Nosso Pai e Rei da Glória e hoje posso ser chamado de filho. Glória a Deus!

Guia-me: Você também compõe. Todas as músicas de seus CDs são de sua autoria?

Gilson Campos:   Minhas e de parcerias com meus amigos e irmãos. Tem também a música &Quando eu Deixo de Agir& que é minha e da Riqueli Campos, minha esposa.

Guia-me: Apesar de já ser cantor, quando você entrou para a carreira gospel teve que aprender novas técnicas vocais?

Gilson Campos:   Estamos em aprendizado todos os dias e prefiro ser um eterno aprendiz.

Guia-me: Quais são suas influências musicais?

Gilson Campos: Jeremy Camp, Keith Urban e Jesus Adrian Romero.

Guia-me: O que você considera necessário para ser um ministro de louvor?

Gilson Campos: Para ser um ministro de louvor é necessário temor a Deus e amor às vidas.

Guia-me: Tem algum novo projeto em andamento?

Gilson Campos: Ótima pergunta [risos]. Estamos buscando novos parceiros, ou seja, investidores do Reino para a gravação do primeiro DVD de carreira - Gilson Campos ao vivo -, e a previsão da gravação é para julho de 2010. Precisamos de apoio e oração, pois estamos compondo novos louvores ao Senhor e trabalhando na pré-produção. "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém" [Romanos 11:36].

veja também