Feliz para sempre com Jesus - Bruna Olly

Feliz para sempre com Jesus - Bruna Olly

Atualizado: Quinta-feira, 29 Setembro de 2011 as 2:29

A jovem cantora Bruna Gomes de Oliveira fala da sua missão musical desde criança, do lançamento do CD “Feliz para Sempre” e participação no Troféu Promessas

Sorriso radiante, uma beleza inconfundível e a doçura de uma menina de apenas 21 anos que desde os 13 tem dedicado seus dias ao ministério de louvor. Na carreira da jovem cantora, além do lançamento do último trabalho em junho (o CD “Feliz para Sempre”), esse ano também completa dois anos de apresentação do programa Graça Music na TV. Na primeira edição do Troféu Promessas, Bruna foi indicada como “Melhor Cantora” e fala a respeito da carreira, ministério e serviço ao Senhor por meio da música. Confira!

Conte como começou a sua carreira musical?

Bruna Olly: Sou cristã desde pequena e fui criada frequentando a igreja. Meu pai é também meu pastor e sou membro da Assembleia de Deus em Cariacica (ES). Apaixonei-me pela música desde criança e já cantava na minha igreja bem cedo. Estudei piano e canto ainda bem nova. Lancei meu primeiro CD “Abrigo” aos 13 anos e com 15, o álbum “Te Adorar”. Aos 18 anos, o CD “Mais perto de Deus” e esse ano o CD “Feliz para Sempre”, ambos pela Graça Music. Hoje curso licenciatura em música pela Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES) e tenho viajado por todo o Brasil levando a mensagem de Deus por meio da música. Em 2006 começou a parceria com a Graça Music. Ao conhecerem meu CD “Te Adorar”, fizeram-me um convite para entrar na gravadora, primeiramente com um contrato de distribuição e depois com um contrato artístico.

Como você define sua participação no Troféu Promessas?

Bruna Olly: É um honra com certeza. A premiação é mais uma confirmação do meu ministério porque é um reconhecimento não só do meu trabalho como musicista, mas o reconhecimento das bênçãos de Deus e da provisão do Senhor no meu ministério.

O que isso significa para você?

Bruna Olly: Uma grande responsabilidade. Eu me cobro bastante para poder apresentar boas canções, com qualidade sonora, boas letras e além de tudo ser uma cristã autêntica, viver aquilo que canto. Muitas pessoas, principalmente jovens e adolescentes, nos tomam como referência por gostarem da nossa música. Com certeza é um privilégio compartilhar minha vida e poder contribuir de alguma forma com o carinho deles. Falar de Deus e mostrar o que Ele faz na vida do ser humano é sempre prazeroso.

Como você define a importância do Troféu Promessas?

Bruna Olly: O Troféu Promessas é realmente interessante para todo o público evangélico. A quantidade de músicos e cantores cristãos hoje é muito grande. São pessoas muito talentosas que estão tendo seus trabalhos reconhecidos e o público também tem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre eles. O apoio da Rede Globo se deve ao reconhecimento da qualidade da música gospel. Além de permitir que o público não evangélico também a conheça, o que facilita a evangelização.

Qual o segredo da carreira musical gospel?

Bruna Olly: Acredito que o segredo de tudo está em obedecer ao que está escrito na Bíblia, a Palavra de Deus. Todas as nossas composições são baseadas nela e é ela que nos ensina qual o propósito de Deus para nossa vida, o que Deus espera de nós e o que Ele espera que eu fale para as pessoas por meio das minhas músicas e ministrações.

Como é o seu trabalho?

Bruna Olly: É um caminho de muita satisfação quando recebemos os testemunhos de pessoas que são edificadas através das canções e da nossa vida. É também um caminho de muito trabalho. É preciso estudar bastante, correr atrás de divulgação, se esforçar para fazer o seu melhor e, acima de tudo, orar bastante e deixar que Deus conduza tudo.

Você acha que essa premiação pode aproximar os ministros?

Bruna Olly: Acredito muito nisso. Apesar da correria, o carinho que temos uns pelos outros é verdadeiro. Torço e acompanho o trabalho dos meus amigos cantores, afinal, todos nós estamos tentando contribuir para o reino de Deus por meio da música, evangelizando toda uma nação.

Tem uma regra para conciliar o lado espiritual e técnico?

Bruna Olly: A parte espiritual só pode ser desenvolvida em Deus. A unção Dele na nossa vida não pode ser fingida ou forçada. Ela só acontece verdadeiramente por meio de consagração e dedicação a Deus, quando buscamos nos relacionar com Ele em todos os momentos da nossa vida. A parte técnica depende de nós. Deus nos dá um dom e junto com ele a capacidade de desenvolvê-lo. Os cantores e músicos cristãos precisam estudar bastante a música em toda sua teoria e performance de seu instrumento. Depois é começar a fazer música e deixar que o Espírito Santo habite no meio dos louvores.

Quais são as maiores dificuldades em se cumprir o ministério de louvor?

Bruna Olly: Muitas vezes nós estamos ausentes da família e os amigos. Acho que isso é o mais difícil. Também preciso conciliar o ritmo das viagens com a faculdade, e isso exige sempre um pouco mais de dedicação aos estudos.

Qual a melhor parte?

Bruna Olly: A nossa salvação em Cristo com certeza é uma delas. Estarmos livres da escravidão do pecado e termos o direito a vida eterna é uma alegria muito grande. Além disso, Deus nos faz felizes com o seu amor, com as bênçãos e os presentes que ele nos proporciona nessa vida. Mesmo quando estamos passando por fases difíceis, o que é normal na vida de qualquer pessoa, sabemos que temos Deus ao nosso lado e isso serve para que a nossa alegria não seja roubada. A Bíblia diz que na presença do Senhor até a tristeza salta de alegria.

Deixe uma mensagem final a todos os nossos leitores.

Bruna Olly: Quero agradecer a todos pelo carinho. Que Deus abençoe muito vocês. Continuem votando. Conto com vocês!

Quartel Design – Assessoria Por Thalita Daher | Capitã de Comunicação

veja também