Fex Bandollero: "Achava que toda pessoa que dizia ‘Deus falou comigo’ era esquizofrênica"

Conheça o testemunho de Fex Bandollero

Atualizado: Terça-feira, 17 Abril de 2012 as 10:56

Fernando Luiz Corroul Lima, hoje conhecido como Fex Bandollero, nasceu em lar humilde, frequentou a periferia, usou drogas, se envolveu em confusões, mas escolhido e chamado por Deus para outro rumo.

Em recente entrevista ao Portal GUIAME, Bandollero compartilhou sua história com o hip hop e sua conversão.

“Em 1987 eu comecei a ouvir rap e me apaixonei por essa linguagem, era bem acessível. 10 anos depois, em 97, eu gravei minha primeira música e comecei a trabalhar no meio secular. As pessoas começaram a me conhecer e me chamar. Trabalhei com o ‘Facção Central’, ‘Filosofia de Rua’.

Em 2006 eu estava na minha melhor fase, tinha acabado de lançar meu primeiro CD e achava que toda pessoa que dizia ‘Deus falou comigo’ era esquizofrênica. Eu respeitava, mas dentro da minha cabeça eu tinha essa idéia de que o cara era louco.

Eu já tinha duas filhas, estava financeiramente bem, estava tudo certo, mas comecei a sentir um vazio muito grande, ao ponto de sentir Deus falando comigo e tive uma experiência muito forte, coisa que nunca acreditei em outros tempos. E eu fui procurar o crente mais próximo, meu irmão Lito Atalaia.

Contei tudo o que estava acontecendo e já disse que não sabia se estava apto a sentar em um banco de igreja, e ele me respondeu: ‘Se você acha que está procurando uma purificação própria, você não precisa de Deus’. Deus o usou para que eu percebesse o quão vazio eu era.

Eu fui sentar no banquinho da igreja mesmo, fazer discipulado. Eu gostava de religiões abraâmicas, mas não tinha nem noção do que era o plano de salvação, por exemplo. E eu passei a querer ter intimidade com o Senhor. Fui vivenciando, aprendendo, e no dia 15 de novembro de 2007 eu me batizei e hoje eu tenho um ministério sólido para honra e glória do Senhor.”

 

por Juliana Simioni

veja também