Geração de artisticas do Funk gospel conquistão o RJ

Geração de artisticas do Funk gospel conquistão o RJ

Atualizado: Quinta-feira, 14 Julho de 2011 as 4:30

Há três anos, Cristiano Natividade de Paula ouviu o pedido do pai: "Vamos para a igreja juntos?". Quando decidiu se converter ao lado do filho, João Batista estava na cama do hospital, com um câncer no pulmão em estado avançado. Dois dias depois, morreu. Na semana seguinte, Cristiano honrou o desejo do pai e se tornou evangélico. Hoje, ele é o MC CH Gospel Funk, integrante de uma geração que vem subindo as favelas para evangelizar através do batidão e do hip hop.

- Eu frequentava comunidades e usava drogas. Cheguei a me envolver com o tráfico. Os proibidões iludem muito. Levaram minha mente a valorizar armas e o uso de drogas. Hoje, me orgulho de transmitir a mensagem de Deus às crianças e aos jovens das favelas. Jesus Cristo pode restaurar uma vida — defende o cantor, de 30 anos.

As abençoadas

Dona do título de "princesa do gospel funk", MC Suellen é uma poucas mulheres do segmento. Mas que ninguém espere vê-la em roupas provocantes ou poses sensuais. Nos bailes evangélicos, meninas não são rotuladas de "cachorras" nem de "popozudas". Ganham apelidos baseados em termos cristãos como "as abençoadas", "as irmãs", "as varoas" — feminino de "varão", palavra usada para designar homens bíblicos.

— Não usamos palavras que desvalorizem a mulher. Os passos são de "street dance", sem rebolado nenhum. Nosso objetivo é adorar a Deus — explica Suellen, que forma com o marido, MC Jarbas, a familiar dupla Unificados Gospel Funk.

Entre os artistas do movimento, são muitos os relatos de conversão. Como de MC Markinho Gospel, O Gari. Funcionário da Companhia de Limpeza de Niterói, ele decidiu abandonar o álcool quando, bêbado, se viu prestes a agredir a mulher numa "briga feia".

Duas identidades

— Quase joguei o ferro nela. Minha filha de 2 anos, que nem sabia falar direito, gritou para eu parar. Deus tocou o meu coração através da voz dela. Hoje, tenho duas identidades: a do ano em que eu nasci e a Palavra de Deus, meu novo nascimento.

A exemplo do funk, o hip hop evangélico começa a ganhar espaços além dos muros das igrejas. Eventos como o Bombação Gospel reúnem até cinco mil pessoas em clubes da Baixada. No dia 30 de julho, realizam o evento gratuito Point Praça Gospel, a partir das 19h, com cerca de 20 atrações, na Praça do Skate, em São João de Meriti.

— Até quem não é evangélico para para ouvir a música. O hip hop traz uma mensagem muito positiva e leva as pessoas à reflexão — encerra o rapper MV Santos, resumindo o sentimento do grupo: — Somos instrumentos vivos na mão do Senhor. Aleluia.

Beijo na boca é proibido

Festa alternativa gospel tem ‘Operação Desgrude’

Uma festa alternativa à fantasia com luzes, cores, variedade de ritmos e atrações, incluindo um espetáculo de comédia. Apenas duas restrições: bebida alcoólica e beijo na boca. Essa é a Gospel Night Fantasy, que já está na 8 edição e é considerada pelos seus organizadores a maior festa gospel à fantasia do Rio.

Como as características são muito parecidas com a de uma festa alternativa, a organização decidiu colocar um grupo em ação para coibir aqueles que têm o ânimo mais exaltado: a Operação Desgrude.

— É um grupo de dez pessoas. Eles andam como xerifes: de crachá e colete. Parecem os lanterninhas de cinema. Se tiver beijo ou algum tipo de dança sensual, eles interrompem. A fiscalização dura a festa inteira — conta o DJ Marcelo Araújo, um dos fundadores da festa.

Dois ambientes

Além da bebida e do beijo, também é proibido fumar, dançar de forma sensual e trajar fantasias que tenham conotação sexual. Apesar das regras, Marcelo garante que o número de frequentadores aumenta a cada ano e é formado inclusive por não evangélicas.

— Elas vão porque sabem que lá não vai ter briga. Sabem que vão se divertir sem precisar ficar doidão para isso. Muitos levam as famílias. — completa Marcelo.

Com dois ambientes — um para apresentação de bandas e outro para DJs — a festa agrada a todos, com funk, música eletrônica, soul, black music e charme, sempre com conteúdo gospel. A professora Flávia Figueiredo, frequentadora desde a primeira edição, conta que a animação é contagiante.

— Curto mais a música eletrônica, mas acabo dançando tudo. A festa é animada e tem tudo o que a juventude gosta.

Este ano, a festa será realizada no Irajá Atlético Clube, no próximo sábado, a partir das 22h. Os donos das três melhores fantasias ganham prêmios. Informações no site ou no 2471-9072.

show

Dia 16, os artistas se reunirão num evento de evangelização na comunidade do Lixão, em Duque de Caxias, a partir das 15h. À 22h, também no dia 16, na Praça do Apolo 3, em Itaboraí, tem apresentação de CH Gospel Funk. Entre os hits, "Jesus é o nosso rei".

Culto

Dia 22 de julho, Mr. R, do Gospel Funk, e MC Enny cantam na Igreja Renascer em Cristo (Avenida Duque de Caxias 583, às 19h).

Internet

Sábado, das 16h às 18h, MV Santos e Mano George comandam o programa "Vida pra Periferia", pela rádio Graça e Paz, transmitida pela Internet. Vídeos da dupla também podem ser encontrados no YouTube, canal usado por artistas do segmento, como Mano Julio, Tiago Soul, MC CH Gospel Funk, para divulgar seus trabalhos.

veja também