Guilherme Fares fala sobre seu trabalho na banda Elemento Incomum

Guilherme Fares fala sobre seu trabalho na banda Elemento Incomum

Atualizado: Sexta-feira, 11 Março de 2011 as 9:26

Guilherme, que é filho de Roney Fares, baixista do DT, teve seu primeiro envolvimento com a música na gravação do DT2 - Exaltado, onde ele juntamente com várias crianças participaram da música "Este é o Dia". Depois foi convidado por Ana Paula Valadão ,para participar do Crianças Diante do Trono, onde participou ativamente do 1, 2, 3 e 7.

Hoje lidera um ministério abençoado, o Elemento Incomum, com seu jeito incomum, o grupo tem levado vários jovens aos pés do Senhor. Neste último sábado, 26/02/2011, o grupo fez o lançamento do seu primeiro CD/EP, na Igreja Batista da Lagoinha, sede do grupo.

Você confere agora tudo o que aconteceu no lançamento, na gravação, as expectativas e tudo mais, com o líder do ministério em uma entrevista exclusiva, Gui Fares:

Família DT: Como você começou a cantar, e como começou no Crianças Diante do Trono?

Guilherme Fares: Antes do crianças Diante do Trono eu já cantava no coral de crianças da Igreja Batista da Lagoinha. O primeiro projeto do DT que eu participei foi o CD “Exaltado” cantando a música “Este é o dia” com outras crianças. A partir disso a Ana começou o tão sonhado “Crianças Diante do Trono”, no qual eu tive o privilégio de participar dos dois primeiros álbuns cantando e do terceiro “Quem é Jesus” como monitor. A minha última participação com o “Crianças Diante do Trono” foi cantando a música “Aos olhos do Pai” em um trio com a Juliana Nunes e a Lu Alone no CD “Para Adorar ao Senhor”. Deus tem me surpreendido desde pequeno.

Família DT: Quando você começou no Crianças Diante do Trono, você já tinha noção daquilo que Deus tinha para você?

Guilherme Fares: Quando somos crianças não imaginamos a dimensão dos planos de Deus. Uma criança faz o seu melhor com simplicidade, sinceridade e ainda se diverte com tudo aquilo. Acho que por isso que das crianças vem o perfeito louvor. Ainda hoje eu não consigo imaginar aquilo que Deus tem pra mim futuramente, mas já estou muito feliz com tudo o que Ele tem feito. Só digo “Eis-me aqui” pro que Ele tem pra fazer a mais!

Família DT: Como foi ter participado desse ministério que com certeza abençoa gerações até hoje?

Guilherme Fares: Foi uma oportunidade muito grande pra mim. Eu aprendi muito mais do que cantar, aprendi porque e para quem eu canto. O ministério Diante do Trono me inspira a viver uma vida de adoração e não apenas cantar sobre ela. Meu pai, como integrante do ministério, foi um grande referencial pra mim! E ainda continua sendo. Quero seguir os passos dele, mas ir mais além, seguindo a vontade de Deus que é sempre perfeita!

Família DT: Quando começou o Elemento[In]Comum? Como diz a Ana, qual foi a “impressão digital” de vocês?

Guilherme Fares: O Elemento Incomum tem como impressão digital a Santidade. É muito difícil ver jovens levantando essa bandeira hoje em dia. A nossa missão é fazer a diferença em qualquer situação, até que um dia a Santidade se torne algo comum em nossa geração.

Família DT: Quem complementa o Elemento[In]Comum, qual sua funções?

Guilherme Fares: Os integrantes do ministério são: Anninha (Vocal), Gui Fares (Vocal e líder), Juh (Vocal), Pepeu (baixo), Fael (Bateria), Pow (Teclado), Guizão (Guitarra), José (Violão).

Família DT: Dentro do ministério qual foi sua experiência mais marcante?

Guilherme Fares: No ministério estou aprendendo muito. Uma das coisas que tem me marcado muito é aprender a liderar. Descobri que eu sozinho não sou nada e que é o próprio Deus que tem me capacitado. Cuidar de pessoas um pouco mais novas que você, conduzir as músicas e as palavras, se responsabilizar com um grande ministério e tomar decisões não são tarefas fáceis. O que peço a Deus é que Ele continue me capacitando cada dia mais!

Família DT: Como foi a gravação do CD? E por que ele na verdade é um CD/ED? Explicando ao público que acompanha vocês.

Guilherme Fares: A gravação foi um desafio para todos nós, e por isso foi também uma grande conquista. Todas as músicas são composições nossas e assim também os arranjos. Contamos com a ajuda de algumas pessoas com as letras, com os arranjos vocal/instrumental e com a própria gravação. Vimos que Deus estava trabalhando naquilo juntamente com a gente. O que faz dele um EP é o fato de terem apenas 6 faixas. A definição de um EP (Extended Play) se dá por ser maior que um sample e menor que um LP (Long Play), e o nosso objetivo era apresentar o Elemento Incomum pra vocês. E funcionou!

Família DT: Bom, vocês são um Ministério de Louvor pertencente a nossa amada Igreja Batista da Lagoinha. Como foi fazer o lançamento do CD em “casa”? E como a igreja tem apoiado vocês?

Guilherme Fares: É muito bom se sentir em casa. Nasci na Lagoinha, cresci lá e me mantenho firme naquela congregação. Fiz parte do ministério infantil, juniores, adolescentes e agora da mocidade. E é um prazer para nós, Elemento Incomum, fazer parte do Ministério de Louvor da Lagoinha e sermos acompanhados pelos pastores da Mocidade. Ficamos surpresos com o apoio da Igreja, dos pastores e da Rede Super, tanto na divulgação quanto na liberação do local e do horário.

Família DT: Quais são os projetos para 2011?

Guilherme Fares: Já temos um novo projeto vindo aí. Deus já nos deu algumas músicas, estamos decidindo e fazendo os arranjos. Os projetos mais próximos são: o site, que está sendo desenvolvido pela Quartel Design e a participação no Congresso Crianças Diante do Trono. Estamos com planos de gravar um clipe e temos vários outros sonhos, mas estamos dando um passo de cada vez.

Família DT: Por favor, mande uma palavra de encorajamento aos ministros do Brasil que acompanham o ‘Família Diante do Trono’. Muito obrigado pela entrevista!! Deus te abençoe!

Guilherme Fares: Ser ministro não é fácil, mas quando você se permite ser conduzido pelo Espírito Santo facilita muito! Seja forte. Busque do Senhor a direção e Ele te capacitará. Nunca se esqueça que você foi escolhido para fazer a diferença em qualquer situação, até que o Elemento Incomum, a santidade, se torne comum na nossa geração!

Por Redação Família Diante do Trono

veja também