Hillsong Austrália tenta transformar galpão em igreja

Hillsong Austrália tenta transformar galpão em igreja

Atualizado: Sexta-feira, 22 Julho de 2011 as 3:26

Hillsong, uma megaigreja Pentecostal da maior cidade da Austrália, Sydney, envolveu as "indiferentes" autoridades da cidade e levou a sua aplicação a um tribunal buscando permissão para converter um galpão em uma Igreja.

A Igreja Hillsong está buscando a aprovação do Tribunal de Terras e Meio Ambiente para gastar $ 1 milhão convertendo um galpão em Alexandria, um subúrbio no interior da cidade de Sydney, em uma Igreja com estilo auditório para 1.100 pessoas, enquanto a aplicação foi arquivada na Câmara Municipal em Janeiro e sem nenhuma resposta, informou o The Sydney Morning Herald.

O apelo está programado para ser ouvido em setembro.

A megaigreja, que contou com mais de 20.000 pessoas em todos os finais de semana, precisa de mais espaço e pretende transformar parte do Sydney Corporativo Park, na Doody Street em "um lugar de adoração pública", aberto das 7:00 até 22:30, sete dias por semana. A Igreja Hillsong atualmente opera a partir de um terreno de 21 hectares em um moderno parque empresarial no distrito de Hills, e de um estabelecimento em Waterloo próximo ao coração do distrito empresarial central de Sydney.

A Hillsong, conhecida pelo louvor ao vivo e álbuns de adoração, por duas vezes tentou encontrar outro local para tirar a pressão da sua grande congregação em Waterloo. Alexandria é de cerca de quatro quilômetros do distrito empresarial central.

Mas o plano da Igreja para converter o galpão de Alexandria em uma instalação que seria usada para cultos religiosos, reuniões, atividades para crianças, e estudos bíblicos "poderia vir contra a proibição em locais de culto público em áreas industriais propostas pela Prefeitura", informou o jornal.

Galpões em áreas industriais têm sido utilizados para adoração da Igreja no estilo auditório desde os anos 1970 e locais Não Cristãos de cultos também foram estabelecidos. Mas a cidade de Sydney quer preservar zonas industriais como "terras de trabalho" e propôs a proibição em seu projeto local de plano ambiente.

De acordo com o site oficial da Cidade de Sydney, uma das propostas para o plano do projeto diz que os lugares de culto público deverão ser incentivados em áreas industriais. Mas "isso [a proposta proibição] está de acordo com a direção do governo estadual e as ações de outros câmaras locais, incluindo Marrickville e Auburn", o jornal citou um porta-voz da cidade.

Não apenas a Hillsong, mas várias denominações estão descontentes com a proposta de proibir os locais de culto em áreas industriais. A proibição é "inadequada e injustificada e ... não justificada por razões de planejamento estratégico", Peter Alward do Exército da Salvação comentou, segundo o The Sydney Morning Herald. John McMartin do grupo de Igrejas Cristãs Australianas fundamentou que o horário de funcionamento das Igrejas eram complementares ao das áreas industriais

Mas a Hillsong e as autoridades podem resolver o problema. O conselho está essencialmente preocupado com o tráfego e estacionamento e a "Igreja Hillsong acredita que ainda há uma oportunidade para negociar ... para evitar custos desnecessários para ambas as partes", a Igreja, disse em um comunicado.

"A Igreja Hillsong também está ativamente envolvida na construção da comunidade local através da Sydney Hillsong CityCare cujas instalações e programas abrangem desde os centros médicos e de serviços de emergência, programas de drogas e álcool de desenvolvimento pessoal e programas de recuperação, “a Igreja diz em seu site, sem fazer qualquer menção ao problema de permissão Igreja”.

A Hillsong tem Igrejas também em Londres, Kiev, Cidade do Cabo, Estocolmo, Paris e Moscou. A Igreja, que começou a se reunir em Nova Iorque em outubro de 2010, iniciou cultos semanais na cidade em fevereiro deste ano.

veja também