Jamily fala sobre a fase adulta e o lançamento do novo CD

Jamily fala sobre a fase adulta e o lançamento do novo CD

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 10:04

Quando, aos 7 anos, a carioca Jamily Oliveira Sampaio pediu aos pais que saíssem do Rio de Janeiro em direção a São Paulo, para  que ela cantasse  num programa de calouros, a pequena nem imaginava o sucesso que o futuro lhe reservava. Durante a tão sonhada apresentação, sem se intimidar, ela soltou a voz e foi ovacionada pelo público do auditório e também por milhares de telespectadores que, por várias semanas consecutivas, acompanharam ao vivo a trajetória da jovem talentosa, que despertou o interesse da gravadora gospel, Line Records, na qual gravou o Cd, “Tempo de Vencer”; o primeiro de muitos que ainda estariam por vir.

  Hoje, aos 18 anos, a garotinha que conquistou multidões, tornou-se adulta e o propósito de louvar o nome do Senhor Jesus Cristo que tinha, desde que começou a cantar, cresceu junto com ela e tem rompido barreiras. Além de despertar a fé dos cristãos, as canções de Jamily também são tocadas em diversos eventos comemorativos, a exemplo do que aconteceu no final do Campeonato Brasileiro de 2009, quando o campeão Flamengo, levantou a taça ao som da música “Conquistando o impossível”.

  Em entrevista, a cantora falou sobre a fase de amadurecimento pela qual passa e também sobre o novo e sexto Cd "Hallelujah", lançado recentemente, que, além de contar com regravações de sucesso, também revela o talento dela como compositora, pois assina a faixa "Gracias" em espanhol, além de outras quatro canções.

  Com o sucesso precoce, como fez para dedicar-se ao trabalho, família, estudos e ainda ter uma infância normal? Eu arrumava tempo para tudo, brincava de boneca e viajava muito. Levava meus livros para estudar, meus brinquedos pra brincar nas viagens. Eu vivi minha infância e adolescência de um jeito diferente, pois estava fazendo coisas que muitas crianças da minha idade não faziam, mas ao mesmo tempo estava realizando o meu sonho, que era cantar. 

  Você completou 18 anos em julho. É possível afirmar que algo mudou, nessa fase adulta? Desde cedo eu aprendi a ter responsabilidade, mas, agora, com 18 anos, me sinto adulta. Muitas  pessoas falam que com 18 anos não muda nada, mas muda tudo na sua vida. Por exemplo, há alguns meses a minha mãe assinava tudo por mim, agora sou eu quem assina e respondo por mim. Mas estou feliz, pois sempre tive o apoio da minha família, dos meus pais, do meu irmão, desde o começo.

  Você está aperfeiçoando a sua voz de acordo com seu próprio corpo, ou você ainda tenta manter a mesma voz que lhe trouxe o sucesso? Eu acredito que cada um nasce com um dom, que pode ser aperfeiçoado. Quando eu tinha 9 anos, minha voz era de criança, mas eu faço aulas com uma fonoaudióloga e vou aprimorando cada vez o talento que Deus me deu.

  Você não pensa em partir para outro estilo musical? Não, porque o estilo que eu canto é a minha cara, pois estou sempre em comunhão com Deus, independente de qualquer coisa, Ele me deu o dom de cantar e me deu a unção, que é o mais importante de tudo.

  Existem planos profissionais além do trabalho musical? Eu pensei em fazer moda ou arquitetura, mas não consegui por causa dos compromissos. Mas, neste ano já me matriculei na faculdade para cursar produção musical, acho que é o que mais tem a ver comigo.

  Tem alguma canção do novo Cd que considera mais especial? Sim, a música Cobre-me, pois nós passamos duas madrugadas trabalhando nela. Tive de buscar inspiração em Deus para escrever as palavras certas, a melodia exata. Acredito que foi a música que mais demorou a ficar pronta. Mas todas são especiais, espero que todos gostem deste novo Cd “Hallellujah”, que foi feito com muito carinho.

  Qual conselho você dá para os jovens que sonham em um dia tornarem-se cantores? Graças a Deus eu tive o apoio dos meus pais para seguir rumo ao meu sonho, mas eu digo para aquele que não tem o apoio de ninguém, que entregue, em primeiro lugar, todos os sonhos e desejos nas mãos de Deus. E siga em frente sempre, pois, apesar de qualquer problema que aconteça, Ele pode fazer esse sonho tornar-se realidade, assim como fez comigo. Problemas surgirão, mas quem tem um objetivo deve sempre lembrar que existe um Deus que pode tudo. Nunca desvie do seu foco, que é Jesus.

veja também