Jonas Vilar: um chamado sertanejo

Jonas Vilar: um chamado sertanejo

Atualizado: Quinta-feira, 29 Setembro de 2011 as 3

Indicado ao Troféu Promessas como “Melhor DVD”, Jonas Vilar revela que a música gospel brasileira tem espaço para todos os gostos e estilo

Nascido no sertão da Paraíba, Jonas Vilar teve uma infância marcada  “pela dificuldade financeira e abandono do pai” , como ele mesmo conta. Na adolescência, já em São Paulo, aceitou Jesus em  sua vida na Assembleia de Deus, onde aprendeu a tocar alguns instrumentos. “ Não acreditava no meu potencial como levita e me dediquei ao pastoreio. Dirigi algumas igrejas como itinerante, preguei pelo Brasil e no exterior até o momento em que Deus ardeu em meu coração mostrando que me usaria por meio do louvor ”, explica Jonas. Assim, cumprindo essa palavra, em 2008, gravou seu primeiro trabalho em CD e DVD com o título  “Você já Venceu” . Em 2010, lançou o CD  “Deus Age”,  em sertanejo universitário gospel, o que foi para ele uma  “novidade no mercado e sua definição como estilo”.  Recentemente, lançou o CD e DVD  “É só Confiar”,  gravado ao vivo em Santa Catarina, álbum que lhe rendeu a indicação como  “Melhor DVD”  na primeira edição do Troféu. Além de cantor, cumprindo o “ Ide de Jesus ” com sua banda por todo o Brasil, Jonas é também pastor na Assembleia de Deus do Bom Retiro, onde ministra a Palavra de Deus todas as segundas-feiras.  

Com um trabalho independente, ele explica:  “Isso torna um pouco mais difícil a distribuição e divulgação, mas Deus tem nos honrado muito. Atualmente, a empresa “Semeador” (SP), entre outras parcerias, tem distribuído meu material pelo Brasil, isso tem contribuído muito para a expansão.”

Para Jonas, participar do Troféu Promessas significa:  “A honra de Deus na minha vida. Jamais pensei que um dia gravaria um trabalho musical, e hoje ser indicado para a principal premiação da música gospel no Brasil, significa que Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.”

Para o cantor sertanejo gospel, seguir no ministério da música é uma responsabilidade, mas também gratificante:  “Sinto-me muito honrado por Deus ao saber que vidas têm sido tocadas, restauradas e almas têm sido resgatadas por meio das músicas que tenho ministrado.”

A respeito da primeira edição do Troféu Promessas, ele acredita que seja um grande marco na história do evangelho no Brasil . “Sabemos que até pouco tempo havia muito preconceito com a música gospel. Mas com o significante crescimento do evangelho em nossa nação, a música gospel ganhou espaço na mídia, conseguimos quebrar tabus e conquistar importantes apoios, como o da Rede Globo, principal emissora de TV do país” , apoia Jonas.

Além disso, para o músico  “as pessoas reconhecem o gospel como um gênero musical que tem ganhado cada vez mais qualidade em suas produções e importante visibilidade na mídia”. Jonas  ainda afirma que “ isso se deve ao significante crescimento dos evangélicos no Brasil, a qualidade musical dos músicos e a diversidade de estilos que agrada todo o tipo de ouvinte”.

Para aqueles que desejam trilhar o percurso de dependência de Deus no cumprimento de seu ministério, Jonas explica que  “primeiro, é preciso que tenham convicção do chamado; segundo,  paciência para viver o tempo do Senhor; e, terceiro, colocar Deus no controle de tudo o que faz”.  Completando, o cantor acredita que tudo para Deus deve ser feito com excelência:  “É fundamental que tenha unção, afinal, o Espírito Santo é a essência, mas é preciso ter técnica musical também. Precisamos aprender todos os dias com o Mestre por meio do Espírito Santo, que é o nosso Consolador, que nos capacita e nos leva ao crescimento espiritual ao ponto de sermos ‘luz no mundo’, como ordenado por Jesus.

Com a experiência de quem vive a Palavra do Senhor em Gálatas 2.20, que diz: “ Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim ”, Jonas afirma:  “Renunciei muitos sonhos e projetos pessoais para acreditar nos planos de Deus. A minha alegria é ver vidas sendo alcançadas e almas sendo salvas.” Assim, ele encerra:  “Estou muito feliz em participar deste projeto que visa reconhecer o trabalho dos ministros de louvor de nossa nação por meio dessa premiação. Que Deus abençoe a todos que estão acompanhando, e que Deus abençoe a todos que foram indicados. Toda a glória seja dada a Deus.”

Quartel Design – Assessoria Por Thalita Daher | Capitã de Comunicação

veja também