Mahalia Jackson um marco mundial da música black

Mahalia Jackson um marco mundial da música black

Atualizado: Segunda-feira, 6 Março de 2006 as 12

Mahalia Jackson um marco mundial da música black

Mahalia o fenômeno que cantava em corais batista

Dia 26 de outubro de 1911, um marco na música gospel negra surgia para revolucionar e impulsionar o louvor a galgar degraus maiores. Mahalia Jackson foi conhecida pela ousadia e pelo balanço do jazz. Muitas coisas sobre sua vida ficaram demasiadamente ocultas. Poucas pessoas sabem que a cantora era lavadeira e empregada doméstica, cantava no coro de uma Igreja Batista. Mahalia era popular, simpática e amante das canções que louvavam a Deus. Absorveu os sons dos singers miliampère Rainey e Bessie Smith dos azuis. Aos 19 anos de idade gravou o primeiro disco como um artista  solo. Somente 10 anos depois excursionou com o Thomas Dorsey, e estourou com sucessos que influenciaram diversos cantores que posteriormente seguiram seu estilo.

A cantora foi ouvida por multidões. Com repertório variado e muitos arranjos, conseguiu contrato com uma importante gravadora na Colômbia. Muitos concertos foram realizados por todo o mundo. Mahalia se foi em 27 de outubro de 1972, vítima de um ataque cardíaco, e deixou além de muita saudade, uma importante bagagem para a música gospel, e também ensinamentos com atitudes de adoração, e sua forma autêntica de servir a Deus.

veja também