"Minha alegria não está baseada nos aplausos", diz Chris Duran

"Minha alegria não está baseada nos aplausos", diz Chris Duran

Atualizado: Quinta-feira, 29 Setembro de 2011 as 10:23

Ele conheceu a fama que o mundo oferece: hotéis cinco estrelas, luxo, limusines, aviões em primeira classe, popularidade, mulheres e tantas outras coisas que abrilhantadas pelo glamour desse universo, fazia com que Chris Duran acreditasse que era uma pessoa forte e segura de si mesma. Dessa fase, ele se recorda sem saudades: "Quando era cantor secular, ganhei diversos prêmios, inclusive concorri ao Grammy Latino. Mas que prazer há em tudo isso se não for para divulgar o Reino da Luz?"

Nascido na França, aos 20 anos, com muitas indecisões resolveu estudar economia em Madrid (Espanha). Após algum tempo, a depressão começou a invadir sua vida até o ponto de não suportá-la mais. "Minha mente assolada por pensamentos negativos de baixa auto-estima me levou a querer morrer. Na Espanha me fechei num quarto da escola e decidi falar com Deus e disse: ‘Se tu és verdadeiro, Jesus, dá-me um trabalho para que eu possa ser útil neste mundo e dar o meu amor para o mundo inteiro, se tu me guias, te seguirei de todo meu coração’", conta o cantor.

No dia seguinte da oração, um "caçador de talentos", o mesmo produtor de Julio Iglezias, Sting, Roberto Carlos e tantos outros ícones da história da música secular, o descobriu, e o convidou, em Miami, para gravar um CD em um estúdio conhecido como um dos melhores do mundo. Na época, estava convicto de que essa era a porta que Deus havia aberto para ele: "Acreditei que Jesus tinha me dado uma resposta e aceitei! Sem Bíblia, nem conhecimento do Reino de Deus, Ele me tirou da Europa para me levar a um país onde um dia alguém seria canal de bênção para mim." Mas como as Sagradas Escrituras ensinam, os caminhos do Senhor são mais altos e "Deus conhecia o momento e o tempo perfeito!", como Ele mesmo afirma.

Chris Duran assinou com uma das maiores gravadoras, lançou seu trabalho nos Estados Unidos, em toda América Latina e em partes da Europa. O sucesso da sua carreira secular foi impactante: "A minha vida de estudante comum passou a ser de um super artista pop internacional. Primeiro lugar em vários países, a minha popularidade crescia numa velocidade surpreendente."

Passando alguns anos, quando uma sensação de bem-estar e realização tomava conta do músico, um acidente mudou o curso da sua história: "Voltando para o aeroporto após uma apresentação, o motorista dormiu e batemos de frente com um ônibus. O país inteiro pensava que eu estava morto, mas estava consciente, com minhas pernas quebradas e quase perdi meu olho direito."

No hospital, após quatro anos que orou pedindo a Deus por uma oportunidade de trabalho, ouviu Jesus em seu coração, dizendo: "‘Você se lembra? Um dia você me pediu para dar o seu amor para o mundo inteiro, mas não será o seu amor, mas sim o Meu Amor’." Depois de recuperado, voltou a Miami buscando Jesus em várias religiões e a depressão voltava a assolar sua vida.

Ele se converteu a Cristo por meio de uma pregação de um pastor americano em um canal de televisão. "A presença de Deus entrou no meu quarto e chorei muito. Dias depois, cruzei a rua e vi que tinha uma igreja próxima, entrei e nunca mais fui a mesma pessoa." E não foi mesmo: "Hoje, Deus me deu um maravilhoso ministério evangelístico, no qual pessoas separadas por Deus reconheceram o meu chamado, mostrando que a fama e o sucesso passaram, mas Jesus é eterno. Uma destas pessoas que Deus me deu é a Poliane, minha esposa, e uma menina linda, a nossa filha Esther."

Além de ministro de louvor ele também prega a Palavra de Deus e, assim, milagres, maravilhas e transformação acompanham e marcam seu chamado. Desde 2008, é parceiro da Graça Music, sobretudo, como ele mesmo aponta "foi pelo homem de Deus que o Missionário R. R. Soares representa. Sempre tive muita identificação com o seu Ministério".

No Troféu Promessas 2011, Chris Duran concorre como "Melhor Cantor", "Melhor Clipe" ("Luz do Mundo"), "Melhor CD" ("Meu Encontro") e "Melhor Música" ("Luz do Mundo"). Sua indicação como "Melhor CD", se deve ao seu último trabalho, o disco "Meu Encontro", resultado de um crescimento espiritual e também técnico, unido a uma produção moderna e arrojada com os propósitos do seu ministério. Para se ter uma ideia, o vídeo clipe "Luz do Mundo" tem mais de 345 mil visualizações em seu canal oficial no Youtube.

A Deus ele devolve toda honra e toda glória por estar vivendo esse momento da sua vida e ministério: "Penso que esse trabalho representa Cristo, o meu Senhor, que abre portas que nem imaginamos. Ser reconhecido como uma referência no Brasil pelas minhas músicas é mérito Daquele que me deu os dons e as canções, o Senhor Jesus!"

Ser um referencial na música cristã aumenta sua responsabilidade e compromisso com a salvação de vidas: "Vejo que Deus é Aquele que posiciona as Suas peças como Ele quer, do jeito que quer, como num jogo de xadrez. Pela misericórdia de Deus, fui posicionado como tal para frutificar, e ai de mim se perder esse foco, porque hoje milhares de pessoas estão esperando um alimento sólido, que é Jesus, o Pão da Vida!" E declara: "Essa responsabilidade divina me leva a buscar incessantemente a face do Eterno para que o meu rastro deixe mudanças de vidas, traga libertação e salvação!"

Chris ainda acredita que a motivação de unir os ministros, irmãos e companheiros de missão é nobre e agrada a Deus: "Reconheço a unção de muitos que estão concorrendo a essa premiação e que, certamente, merecem não somente um abraço fraternal, mas um prêmio pelos frutos gerados por um testemunho exemplar!"

Para ele, o prestígio e reconhecimento da Rede Globo só aumentam a credibilidade e viabilidade de uma premiação como essa, sobretudo, pelo fato de, como promotora, poder expandir a visibilidade de ministros que tem se dedicado em revelar Jesus: "Nós precisamos ocupar todos os espaços existentes para anunciar o Reino de Deus, inclusive nas grandes mídias seculares. A Rede Globo, por ser a mais importante do país, será uma excelente ferramenta nessa propagação." Ele ainda relembra: "Eu mesmo me converti por um canal de televisão! Acredito que um louvor ungido pode transformar uma vida. A música gospel brasileira, como a Igreja no Brasil, é referência para o mundo. Meu desejo é que essa premiação apareça publicamente com uma grande audiência, para que o louvor venha ocupar os nossos canais." Ele reconhece que "a mídia secular está se inclinando para o segmento gospel porque este tem crescido muito. O público evangélico cresce em número e economicamente também, e a mídia não pode desconsiderar isso".

Sua experiência de quase 10 anos de ministério revela que "as músicas que mais impactaram vidas são aquelas que foram geradas por uma experiência genuína com Deus ou por uma revelação do Alto", pois "a Palavra de Deus cantada e ministrada com verdade libera unção. A cantada por um impostor pode até transformar vidas, porque as Escrituras sempre terão poder, mas o sucesso daquele que não vive o que canta durará apenas ‘um verão’", afirma o cantor que ressalta: "Os dons são dados por Deus e precisam ser usados com finalidade espiritual. A espiritualidade de um cristão não lhe dá a técnica, porque a técnica se adquire somente com disciplina e trabalho. Da mesma maneira, a técnica musical de um cristão não o torna espiritual, porque a espiritualidade é adquirida somente por meio de uma comunhão com o Espírito Santo. A renúncia é diária, e o sacrifício sou EU!"

Curado da depressão que sofria antes de conhecer Jesus, declara: "Minha alegria não está baseada naquilo que os outros dizem que eu sou, nem dos aplausos e bens que posso receber. Minha alegria é divina, baseada e recebida por uma comunhão diária com Aquele que derrama um óleo sobrenatural na minha vida: o óleo da alegria. Quem pode entender essa afirmação? Somente aquele que provar dessa Fonte."

Para os vocacionados ao ministério da música ele deixa a lição que tem aprendido ao longo de sua carreira: "O que o posicionará num lugar de honra no mundo espiritual e natural é a sua fidelidade a Deus. Antes de querer gravar um CD ou realizar uma superprodução em DVD, cante, com todo o seu coração, grandes músicas no oculto, sem que haja público, na presença de um Deus invisível, porém bem real. O aperfeiçoamento se consegue numa busca incessante e pessoal pelo Eterno e a Sua Palavra. Mas, claro, se um trabalho é acompanhando de unção e autoridade, certamente, incentivará as pessoas a fazerem tudo com excelência."

Agradecido, Chris Duran encerra e deixa um recado: "Sinto-me honrado e agradeço a todos que são abençoados pela presença de Deus nas minhas músicas e no talento que Ele tem nos confiado. Não vote apenas levando em conta se é ‘bonitinha’ e ‘inspiradora’ uma canção, mas principalmente por conta dos frutos de caráter deixados pelo ministro de louvor. Avalie e vote com consciência e maturidade de um cristão que tem a mente de Cristo. Amo vocês!"

veja também