Morre o compositor Billy Blanco que se dedicava à música gospel

Morre o compositor Billy Blanco que se dedicava à música gospel

Atualizado: Sexta-feira, 8 Julho de 2011 as 3:38

Na manhã desta sexta-feira (8), morreu aos 87 anos Billy Blanco. O cantor e compositor estava internado no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Pan Americano, na Tijuca, desde outubro do ano passado, quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC).

Antes do AVC, o cantor estava em plena atividade e dedicava-se à música gospel. Em dezembro ele ainda não conseguia se comunicar oralmente. As causas da morte não foram divulgadas.

Nascido em Belém do Pará, em 1924, o compositor decidiu estudar arquitetura em São Paulo, em 1946. Lá, iniciou sua carreira de compositor. Mais tarde, no Rio de Janeiro, sua carreira ganhou novo impulso.

Billy Blanco fez parcerias famosas com Baden Powell, Tom Jobim e João Gilberto. Entre seus sucessos destaca-se a música Canto livre, composta depois de uma temporada passada no Rio, durante a ditadura militar.

William Blanco Trindade, nome de batismo, foi um dos compositores mais importantes da MPB. Suas primeiras composições foram interpretadas por nomes como Leda Barbosa, Dolores Duran, Mary Gonçalves, Neusa Maria e Linda Batista.

Seu primeiro sucesso foi Estatutos da gafieira, na voz de Inesita Barroso. Nos anos 50 e 60, suas canções foram gravadas por Dick Farney, Lúcio Alves, Elis Regina, João Gilberto, Dolores Duran, Silvio Caldas, Nora Ney, Jamelão, Elisete Cardoso, Dóris Monteiro, Jorge Goulart, Os Cariocas, Pery Ribeiro, Miltinho, Hebe Camargo, entre outros.  Mocinho bonito, Viva meu samba e Teresa da praia estão entre seus maiores sucessos.

veja também