"O nosso chamado não é para o palco", afirma Louvor Videira

"O nosso chamado não é para o palco", afirma Louvor Videira

Atualizado: Quinta-feira, 18 Março de 2010 as 12

Unção, fundamento bíblico e estilo. Segundo Melissa Guimarães, líder do Ministério de Louvor da Comunidade Cristã Videira de Fortaleza (CE), esses foram os critérios que direcionaram a escolha do repertório do novo CD do grupo. O trabalho ganhou o título de ''Imutável'', o que busca trazer à memória, toda a eternidade e infalibilidade de Deus.

Em entrevista exclusiva ao Guia-me, Melissa falou sobre repercussão do primeiro CD do Ministério, a produção do trabalho mais recente e a importância do equilíbrio entre técnica e preparo espiritual para o crescimento de um grupo de louvor.

Confira a entrevista na íntegra:

Guia-me: O lançamento do primeiro CD teve grande repercussão, inclusive na ExpoEvangélica Fortaleza 2008. Desde o seu lançamento até hoje, como tem sido a recepção do público em relação a esse trabalho?

Melissa: Sem dúvida, temos percebido uma maior penetração do nosso trabalho entre as pessoas e igrejas e isso nos deixa muito felizes. Acreditamos que Deus nos deu as canções para abençoar o maior número de pessoas possível e ver isso acontecer nos alegra demais. Ficamos muito felizes em terminar o ano passado com o prêmio de Melhor Atração Gospel 2009, promovido por um programa secular da TV Diário, no qual a escolha foi feita por internautas. As oportunidades de divulgar o evangelho e o nome de Jesus têm sido cada vez maiores e isso é maravilhoso.

Guia-me: Vocês já estão trabalhando no segundo CD do Ministério e, segundo você comentou, o grupo alcançou um nível mais alto de maturidade (espiritual e tecnicamente falando). Toda essa evolução teve a orientação de alguma liderança especificamente ou foi algo mais espontâneo, vindo de cada um?

Melissa: Acredito que o tempo e as experiências são os principais responsáveis por esse crescimento. Claro que o fato de estarmos sempre trocando nossas impressões e sentimentos com a equipe gera um diálogo muito enriquecedor e a liderança acaba por se tornar mais fluida e fácil, mas o fato de estarmos todos mais velhos nos fez ver que em determinadas coisas não valem a pena insistir, enquanto outras se tornaram mais importantes. Sem esquecer que o apoio e suporte que encontramos junto ao povo de Deus na Comunidade Cristã Videira e nossos líderes tem sido fundamental.

Guia-me: ''Imutável'' é o nome do novo álbum. Qual a razão deste nome? Ele tem algo a ver com uma fase que o grupo está passando ou algo que o Ministério tem experimentado?

Melissa: Na verdade o mérito é todo da música de mesmo título. A canção cresceu mais que o projeto e se tornou inevitável e escolha. Trata-se de uma declaração que acreditamos ser exatamente o que o povo de Deus precisa expressar nesses dias: a de um Deus imutável, fiel, soberano e eterno. Um Deus de decretos infalíveis e alianças infindáveis!

Guia-me: Quais foram os critérios usados para a escolha do repertório deste novo trabalho?

Melissa: Unção, fundamento bíblico e estilo. Somos privilegiados por contarmos com um número incrível de compositores talentosos e cheios de Deus. A quantidade de canções é bem generosa e isso facilita bastante no momento de definir um repertório. Estamos muito satisfeitos com este álbum e, particularmente felizes com todas as canções escolhidas.

Guia-me: Vocês também relataram que apesar do Ministério ser mais atuante na própria Comunidade Cristã Videira, outras igrejas (até mesmo de outros estados) têm se identificado com as propostas dos trabalhos apresentados por vocês. Como isso tem acontecido? Vocês imaginam o que tem causado tanta identificação, apesar das diferenças denominacionais e territoriais?

Melissa: A exposição na mídia tem sido importante, mas acreditamos que o fato de não sermos apenas uma banda facilita nosso acesso às demais denominações e igrejas. Temos desenvolvido um trabalho de treinameno junto às igrejas menores, em forma de workshop's e seminários, utilizando um material desenvolvido por nós e essa troca de experiência tem gerado uma unidade incrível. É maravilhoso saber que, apesar de representarmos uma denominação, conseguimos acesso às demais igrejas. Considerando que essa unidade visão de unidade do corpo de Cristo é um dos pontos mais importantes da visão que Deus nos deu enquanto ministério, Estamos muito gratos ao Senhor por todas as oportunidades de compartilhar dessa visão.

Guia-me: Vocês têm passado por grandes experiências ministeriais, como a visita ao Centro de Treinamento Ministério Diante do Trono. Em quais pontos esse contato, essa troca de informações contribuiu para o crescimento de vocês?

Melissa: Foi muito edificante sob vários aspectos. Fomos muito impactados pela hospitalidade com a qual fomos recebidos no CTMDT. A simplicidade daqueles que compõem o Ministério Diante do Trono é muito linda. Ministramos aos alunos em uma de suas devocionais e acabamos sendo muito mais ministrados que eles.

Guia-me: Sabe-se que um ministro de louvor precisa se preparar tanto técnica como espiritualmente. Na sua opinião, qual é a relação entre esses dois fatores para o crescimento de um líder ministerial de música na Igreja?

Melissa: Ambos são fundamentais, mas o preparo espiritual vem primeiro. A qualidade técnica sem unção é como um sino que retine, vazio de Sentido e vazio de mensagem. Em contrapartida, a falta de preparo técnico pode atrapalhar terrivelmente a fluidez da mensagem. Uma coisa não deve caminhar sem a outra, lembrando apenas que a unção é quem carrega a técnica no colo e não o contrário.

Guia-me: E para o grupo de forma geral (vocais e instrumental)? Em quais momentos se aplica a maturidade técnica e, em quais aplica-se a maturidade espiritual?

Melissa: O único momento no qual a maturidade técnica é utilizada, é no exercício da função ministerial propriamente dita. Não fazemos uso de destreza musical fora do ambiente de ministração. Já a maturidade espiritual é usada o tempo todo. Entendemos que o nosso chamado não é para o palco, mas para fora dele. Chamamos a atenção para nossas vidas em cima de um altar para que fora dele sejamos semelhantes ao nosso Senhor Jesus Cristo e, portanto, possamos fazer das palavras do apóstolo Paulo as nossas: ''Sede meus imitadores como eu sou de Cristo''

Para fazer contato com o Ministério de Louvor Videira, o email do grupo é [email protected] comunidadevideira.com.br  .   Por João Neto - www.guiame.com.br

veja também