O que é Inteligibilidade e como ela pode me ajudar na música?

O que é Inteligibilidade e como ela pode me ajudar na música?

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 2:41

Quantas vezes escutamos reclamações em muitos auditórios, de que não era possível entender o que se estava cantando ou falando ! É sobre isso que queremos tratar hoje.

Conforme destaca o dicionário, o adjetivo inteligível significa “compreender bem”. O ser humano é capaz de ouvir as frequências compreendidas dentro do spectro de frequências de 20Hz até 20Khz. Como entender isso?

Imagine um teclado de piano: o lado que fica totalmente à esquerda representaria os 20Hz ou os sons graves. No lado totalmente à direita ficam os 20 KHz, ou, os sons agudos, na parte central estão os sons médios.

Sendo assim podemos dividir este espectro de frequências em Graves, Médios e Agudos, que por sua vez vão subdividir-se em Médios Graves, Médios Médios e Médios Agudos. Observe que nesta subdivisão os Médios foram subdivididos em Médios Graves, Médios Médios e Médios Agudos. É exatamente nesta região que encontramos as frequências que são melhor compreendidas pelo ouvido humano. A ciência descobriu que os cães e morcegos, por exemplo, ouvem frequências muito acima de 20 KHz, enquanto que os elefantes e baleias podem produzir sons muito abaixo dos 20 Hz.

É muito comum verificar-mos, em muitas equalizações, nas sonorizações de nossas igrejas, as regiões Médias normalmente muito atenuadas, e aí esta um grande problema, pois como já dissemos, nesta região está a maior parte das frequências que nosso ouvido compreende melhor. Nesta região está a voz humana, e a maioria dos instrumentos que fazem a parte harmônica da música, como violão, guitarra, piano, sax, etc.

É preciso então que, as palavras que serão ditas cheguem de forma que as pessoas possam entender claramente, e as freqüências que permitem que ela apareça, não sejam “apagadas”.

Cabe então ao operador, treinar o seu ouvido para perceber quais são as frequências que devem ser destacadas, seja da voz ou dos instrumentos. Não esquecendo que a resposta acústica do ambiente pesa muito, sendo necessário então um equilíbrio de todos estes fatores.

Até a próxima !

Por Samuel Mattos

veja também