"Precisamos pregar fora da Igreja", diz vocalista do Arrasta Crente

"Precisamos pregar fora da Igreja", diz vocalista do Arrasta Crente

Atualizado: Terça-feira, 23 Julho de 2013 as 7:31

"Precisamos pregar fora da Igreja", diz vocalista do Arrasta CrenteSurpreendente. É assim que pode-se definir a história da banda Arrasta Crente. Formado por músicos recém-convertidos e conhecidos por terem integrado bandas de forró seculares, o grupo tem agitado a galera por onde passa, falando do amor de Jesus com um ritmo bem conhecido do povo nordestino: o forró.
 
O nome é bem sugestivo e, segundo um dos vocalistas da banda, Rodrigo Pinheiro, Deus tem surpreendido a todos do grupo desde o início deste projeto. Em entrevista exclusiva ao Guiame, Rodrigo falou mais sobre o surgimento do Arrasta Crente e os planos do grupo, que ainda tem apenas 8 meses de existência.
 
Segundo Rodrigo, o grupo nasceu de uma forma despretensiosa, sem objetivos de um dia fazer grande sucesso nas grandes rádios ou assinar um contrato com uma grande gravadora.
 
"Foi muito engraçado! O Arrasta começou quando a gente chegou em uma igreja. Eu sou ex-cantor de forró secular e a galera da banda também tocava aí no mundão. E aí gente pensou: 'Vamos animar isso aqui! Esta igreja está perdendo jovens! Vamos fazer um trabalho legal!'. Aí eu peguei um violão, e os outros foram pegando sanfona, zabumba, baixo e a gente foi para lá, fazer barulho!", contou.
 
Porém a grande repercussão que o Arrasta Crente tem alcançado animou os integrantes do grupo a consolidar a banda. 
 
"A gente gravou um video [amador], tocando um forró pé de serra e a repercussão desse video foi tremenda. A gente não imaginava que o pessoal fosse gostar tanto assim. Aí a gente olhou e pensou: 'E agora? Vamos deixar a ideia fluir e deixar Deus agir!", afirmou. 
 
Criatividade
Falando sobre a ideia do nome do grupo, Rodrigo se lembra sorridente de como surgiu o nome "Arrasta Crente" e comemora a aceitação que as músicas tocadas pelo grupo tem alcançado.
 
"O grupo também precisava de um nome. Depois de muito pensar, chegou-se à conclusão de que o que a gente estava fazendo era um arrasta pé, mas também era de crente. Por que não 'Arrasta Crente'? Daí veio a ideia do nome. E hoje essa ideia tem fluído bem. A gente está com pouco mais de oito meses e as músicas estão caindo na boca da galera, o pessoal tem abraçado este projeto", celebrou. 
 
Foco
Evangelizar. Segundo o vocalista do Arrasta Crente, não há objetivo maior a ser alcançado pela banda que não seja ganhar almas para Jesus.
 
"A nossa visão maior é a de que a gente tem que levar o evangelho para fora. Na Igreja já tem os ministérios, já tem os pastores, mas lá fora está faltando. Como a Palavra diz: A seara é grande, mas são poucos os ceifeiros... os 'searenses', os 'forrozeiros', os 'adoradores' (risos). Graças a Deus, a gente tem conseguido ganhar vidas para Jesus e é isso que realmente alegra o nosso coração. Arrasta Crente é isso!", declarou.
 
Planos
Os que já conhecem o trabalho da animada banda de forró cristão já podem comemorar! Quando indagado sobre o lançamento do próximo trabalho, Rodrigo Pinheiro afirmou que os últimos detalhes já estão sendo acertados para que este primeiro CD seja gravado. Porém o grupo espera pelo direcionamento de Deus, para que este lançamento faça a diferença entre os ouvintes.
 
"O novo trabalho já foi projetado. A gente está só decidindo os últimos detalhes, colocando na presença de Deus, porque a gente não quer fazer simplesmente mais um projeto, mas sim algo que Ele queira que façamos. Queremos ser usados por Ele. Já temos músicos muito empolgados com o projeto, temos empresários querendo abraçar a causa. Eu sentei com o Berg Lima - meu parceiro - e a gente teve uma ideia de lançar uma pegada de forró com sertanejo, que ainda não tem na música cristã. Então já está quase saindo, mas estamos esperando a aprovação do Senhor", ressaltou.
 
Por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também