Presidente do Comitê Organizador do Troféu Promessas comenta o evento

Presidente do Comitê Organizador do Troféu Promessas comenta o evento

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2011 as 3:31

Após reunião do Comitê Gestor do Troféu Promessas 2011, Marcus Mota testemunha a respeito da experiência de estar à frente do projeto e as expectativas para a próxima fase.

“Tudo esta sendo infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. Estou muito feliz e creio que este projeto será um marco na história da música gospel do Brasil.” É assim que Marcus Mota, sócio-diretor da agência Quartel Design e Presidente do Comitê Organizador do Troféu Promessas, expressa a alegria de estar diante da premiação do ano, que tem por objetivo honrar aqueles que engrandecem o Senhor por meio da música.

Os primeiros momentos de dúvida e ansiedade que normalmente antecedem a qualquer início de um projeto, rapidamente deram lugar à realização de um sonho: o reconhecimento da indústria fonográfica gospel. Verdadeiros talentos compromissados em ministrar a Palavra de Deus por meio da música.

Assim, Marcus Mota não poderia sentir outra coisa senão, como ele mesmo diz, “um privilégio de estar à frente desse Comitê que reúne grandes nomes das principais gravadoras, rádios e mídia do Brasil. É uma honra fazer parte disso”.

A primeira reunião do Comitê Gestor foi realizada no dia 9 de agosto, no Rio de Janeiro, com os principais representantes das gravadoras e mídias do mercado gospel, para definição dos indicados à segunda fase do Troféu Promessas.

A esse respeito, Marcus enfatiza: “Foi muito importante estar ali em um momento histórico para a música evangélica, ainda mais com essa abertura da Rede Globo. Antes da reunião estava um pouco apreensivo, pois tudo era muito novo para mim e creio que para todos que estavam presentes. Acredito que nunca houve uma reunião parecida, com os representantes das grandes gravadoras e representantes da mídia, em prol de uma premiação.”

Para o Presidente do Comitê Organizador, o compromisso de oferecer uma premiação transparente está sendo atendido em cada fase do processo: “Acredito que durante a reunião todos entenderam o papel do Comitê. As principais definições foram feitas de forma muito legítima e democrática; todos compreenderam o propósito e se empenharam, foram bastante participativos e isso foi especial. Não imaginava que esse momento seria tão bom.”

Além de Presidente do Comitê, Marcus foi também testemunha ocular do “nascimento” desse projeto: “Quando o Junior Monteiro (idealizador do Troféu Promessas e que também compõe o Comitê Gestor) teve a idéia, eu fui a primeira pessoa com quem ele compartilhou sobre o projeto, representando a Quartel Design. Ele queria contar com a nossa empresa para apresentar o projeto do Troféu.”

E não só ele, mas toda equipe da Quartel também participou ativamente desde os primeiros passos: “Nós ficamos várias noites desenvolvendo o projeto gráfico do Troféu Promessas, desde a concepção. Tivemos o privilégio de participar de forma ativa e hoje posso ver as coisas acontecendo de maneira grandiosa. No início, não imaginávamos que fosse chegar nessa proporção, mas Deus faz infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. Quando as coisas são para Ele e Dele, as proporções podem ser muito maiores.”

Inicialmente, a Quartel Design ficaria responsável apenas pela identidade visual e toda produção de design. Mas, com a evolução do projeto, a Geo Eventos confiou outras responsabilidades à Quartel e, atualmente, a empresa está participando diretamente também na organização do Troféu.

A segunda fase de votação iniciou no 16 de agosto. “Essa fase vai envolver muito o público e será legal ver a resposta da opinião geral. Creio que para os próprios cantores e ministérios será interessante sentir esse retorno. A votação do público vai movimentar o Brasil inteiro”, acredita Mota.

Enfatizando a importância da consciência cristã de cada pessoa que irá participar com seu voto, Marcus finaliza: “O objetivo do Troféu é honrar as pessoas que têm feito um trabalho que edifica e manifesta a presença de Deus. Que ao votar você tenha esse pensamento.”    

veja também