Produtora Farol traz nova proposta de entretenimento a Fortaleza - CE

Produtora Farol traz nova proposta de entretenimento a Fortaleza - CE

Atualizado: Quarta-feira, 10 Julho de 2013 as 1:41

Produtora Farol traz nova proposta de entretenimento a Fortaleza - CEOs cearenses que são fãs da nova música cristã brasileira já podem comemorar. Shows de bandas como Palavrantiga, Resgate e cantores como Leonardo Gonçalves, Daniela Araújo, Paulo César Baruk, Lorena Chaves e tantos outros virão a Fortaleza com mais frequência. Esta é a proposta da "Farol - Música e Arte Cristã", uma produtora que pretende valorizar a música alternativa cristã, não somente de outros estados mas também do próprio Ceará.
 
Em entrevista exclusiva ao Portal Guiame, o produtor Itiel Alves falou - em nome da Farol - mais sobre a proposta de promover eventos de qualidade, não somente no que se refere à música mais elaborada, mas também no que diz respeito à qualidade do local dos eventos. 
 
Segundo Itiel, a música cristã é compreendida pela Farol como uma ferramenta, na qual o evangelho pode ser compreendido através da poesia, da melodia e da arte bem elaborada. Em seu depoimento ele ainda arriscou citar alguns artistas e bandas que poderiam representar bem a cara desta iniciativa.
 
"Na realidade a proposta é buscar a nova música cristã brasileira. Uma música de alta qualuidade, uma boa música, que fala de forma pura e simples sobre um evangelho puro e simples, de salvação, no qual as pessoas podem se expressar e glorificar a Deus através da arte. Nós entendemos que a fé vem pelo ouvir e, ouvir a Palavra. No caso da música, esta Palavra é cantada. Então tentamos fazer esta vertente, com pessoas de um alto nível musical, com pessoas que pensam, que tem racioncínio lógico, que consegue alcançar uma musicalidade boa e alcançar uma proposta de entretenimento e cultura bem legal.
 
Cantores, como Palavrantiga, Lorena Chaves, Daniela Araújo, Leonardo Gonçalves, Paulo César Baruk e a música inteligente e criativa da banda Resgate foram alguns do exemplos que Itiel destacou como bons representantes desta iniciativa.
 
Não se esquecendo de valorizar a "prata da casa", a Farol também lembrou que artistas regionais se encaixam muito na proposta de promover uma música diferenciada no meio cristão.
 
"Pode-se também destacar em Fortaleza, o Filipe Flakes, o Flavinho Souza, a Anny Ellen, o Wescley, que foi a revelação da Farol. A gente fez uma promoção do Palavrantiga e ele fez um cover tão bom da banda que eu acho que ele tem isso dentro dele, o menino é bom demais. Então é isso que a gente quer! Como diz um amigo meu daqui do Ceará: 'Subverter o mundo com amor", disse.
 
Nadar contra a maré
Segundo Itiel, trabalhar nesta iniciativa é, muitas vezes, se posicionar contra algo que já parece um curso natural das coisas. Porém ele se assumiu além de um produtor de eventos um verdadeiro fã de todos estes músicos. 
 
"É difícil valorizar a prata da casa, porque às vezes, isso é 'nadar contra a maré', mas é altamente possível... até mesmo porque eu me emociono em poder ouvir essa galera. Na realidade eu sou um fã. Eu não tenho nenhum tipo de pretensão financeira para poder ver esses meninos bem. Eu fico emocionado em ver que um rapaz como o Wescley, o Filipe ou o Flavinho, jovens e adolescentes nossos fazendo uma música boa. Isso não tem preço! É maravilhoso!", confessou.
 
Estrutura
Ao ser questionado sobre a qualidade da estrtura do local dos shows, o produtor preferiu explicar alguns conceitos antes de falar especificamente sobre o assunto. Segundo ele, é injusto que ele apresente a proposta dos shows como a promessa de algo sobrenatural.
 
"Antes de falar da estrutura, tentamos fazer com que as coisas sejam divididas. Eu entendo a música cristã de boa qualidade, como uma forma de entretenimento saudável. Eu não vendo fé. Nós da Farol não tentamos fazer as pessoas pensarem que nos shows vai cair alguma coisa do céu e transformar a vida delas, porque não vai. Eu costumo dizer que palavras boas, mensagens boas, eu costumo ouvir na minha igreja, com o meu pastor; e você na sua igreja, com o seu pastor. A gente entende um show como entretenimento e, no nosso caso, de alta qualidade", lembrou.
 
Concluindo o seu raciocínio Itiel lembrou que quem paga para assistir um bom show, também merece desfrutar de conforto e comodidade. Realizados no auditório da Comunidade do Amor, em Fortaleza, os shows contarão com a estrutura de um teatro completamente reformado e bem moderno. 
 
"Os shows serão realizados no auditório da Comunidade do Amor, que é um auditório fantástico espetacular. Ele tem capacidade para 1.500 pessoas, é um ambiente muito bem refrigerado. Tecnicamente perfeito com som de alto nível, telões espalhados pelo auditório, uma cortina muito bonita, como aquelas usadas em grandes teatros, realmente", destacou.
 
Por João Neto

veja também