Régis Danese: "Não programei o meu sucesso"

Régis Danese: "Não programei o meu sucesso"

Atualizado: Quarta-feira, 14 Abril de 2010 as 12

No último dia 10 de Abril Régis Danese foi atração em Fortaleza (CE). Pela terceira no Ceará, o cantor não hesitou em falar sobre sua satisfação em cantar no estado e elogiou o lugar por completo. Desde a beleza das praias até a receptividade dos cearenses foram motivos para que o cantor se referisse à esta terra como um lugar ''todo lindo''.

''Já estive duas vezes no estado e foi uma bênção. O Ceará todo é lindo, as praias são belíssimas, são as praias do futuro. Os pastores e as igrejas são muito queridos e sempre me receberam muito bem, assim como o público em geral é um povo muito acolhedor'', festejou.

Projeção e críticas

Que sua música ''Faz Um Milagre em Mim'' é um sucesso, isso já não é mais segredo para ninguém. Porém o espaço que essa canção ganhou na mídia tem gerado críticas direcionadas, não somente à composição em si, mas também ao próprio cantor e intéprete. Não somente cantores evangélicos conseguiram autorização para regravar o sucesso, mas também bandas seculares de pagode, forró e até mesmo cantores católicos. Quando questionado pelo GUIAME.com.br a respeito de tais críticas, Régis lembrou que nada disso foi programado é preciso estar atento às oportunidades de ser luz nas trevas.

''O meu sucesso não fui eu quem programei, não paguei rádios para tocar minha música. Temos que ser luz nas trevas. Imagine hoje, um pastor entrando em um prostíbulo para pregar, logo vão dizer que ele está se envolvendo com alguma prostituta. Mas, Jesus esteve frente a frente com uma prostituta. Temos que seguir o exemplo do nosso Mestre, deixar a religiosidade de lado, não agradar ao homem, mas sim agradar a Deus e fazer a Sua vontade'', salientou.

Surpresas também fazem parte do Ministério de Régis Danese. Em seu depoimento, o cantor relatou um caso curioso, ocorrido quando ele visitou uma rádio secular na qual estavam tocando sua música. Segundo o músico, o seu disco nem tinha sido enviado pela gravadora para a rádio. A equipe da emissora teve que comprar o CD para atender à demanda dos ouvintes, que pediam muito que tocassem a canção ''Faz Um Milagre em Mim''.

''Certo dia eu estava em uma rádio secular e perguntei como meu CD havia chegado lá e eles disseram que nem a própria gravadora enviou. Eles tiveram que comprar para tocar, porque tinham milhares de pedidos todos os dias. Isso me lembra a história de Josué, na Bíblia. Creio e tenho a certeza que todo esse sucesso é de Deus. Eu não me prendo a isso, não busquei reconhecimento e por isso Deus tem me abençoado. Tenho certeza de que tudo passa, mas a Palavra do Senhor permanece para sempre. A glória é dEle e Ele não divide com ninguém'', concluiu.

O poder da Palavra de Deus também foi um dos pontos destacados pelo cantor, que afirmou acreditar na força do que as pessoas declaram. Transformações de vidas e verdadeiros milagres podem ser operados quando pessoas permitirem que Deus pode entrar em suas casas, ensinando-os a ter santidade.

''Vale destacar que quando as pessoas cantam consciente ou inconscientemente 'Entra na minha casa, entra na minha vida, me ensina a ter santidade, faz um milagre em mim...', tenho certeza que vai chegar uma hora em que Deus vai operar um milagre na vida dessas pessoas. Porque a Palavra d'Ele tem poder e não volta vazia'', lembrou.

Para facilitar o entendimento de sua linha de raciocínio, o cantor exemplificou com casos corriqueiros da sociedade, como pais profetizam o sobre a vida de seus filhos - consciente ou incoscientemente - e ainda mandou um recado para os internautas.

''Um exemplo disso é quando vemos um pai ou uma mãe falar para seu filo: você vai ser isso, ou aquilo. A criança cresce e se torna aquilo que os pais profetizaram. Consciente ou inconscientemente. Então, eu falo para você que está lendo agora: Use sua boca para abençoar em nome de Jesus. Ao invés de jogar pedras, ore, busque a Deus e verá uma grande mudança na sua vida'', esclareceu.

Por João Neto - www.guiame.com.br

veja também