Saúde da Voz

Saúde da Voz

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 11:56

Você já parou para pensar que grande parte da sua comunicação é mediada pela sua voz?

Ela merece atenção e cuidados. Confira algumas dicas:

Beber , pelo menos, 2 litros de água por dia faz bem para sua voz. A hidratação proporciona uma melhor lubrificação do trato vocal, permitindo que a vibração das pregas vocais ocorra de modo mais livre e com atrito reduzido. Essa hidratação sistêmica (beber 2 litros de água) deve ser feita gradativamente, ao longo do dia, e principalmente antes e durante a utilização intensiva da voz.

Atenção ao ato de pigarrear. O ato de pigarrear gera um alto impacto das pregas vocais, podendo ocasionar futuras lesões. É importante saber a causa deste pigarro. O excesso de muco na laringe pode ser decorrente: do fumo, de refluxo gastro-esofágico, alergias respiratórias e da própria desidratação. A produção demasiada desse muco é a defesa do organismo diante desses quadros irritativos. Ao invés de pigarrear: beba água, pois o próprio movimento da deglutição desloca o muco. Consulte um especialista nos quadros mais agudos.

Tosse seca, improdutiva. Pode ser sinal de que seu corpo pede água. É considerada não produtiva por não eliminar secreções (catarro). Deve ser evitada, por ser considerada grande fator irritativo. 

Determinados alimentos exercem influência direta ou indireta sobre a produção da voz e fala. Atenção ao consumir estes alimentos:

As gorduras contidas no leite e seus derivados (queijo, manteiga, iogurte, chocolate, sorvete etc.), bioquimicamente, aumentam a viscosidade do muco do trato vocal.Temos novamente uma possível sensação de pigarro, prejuízo da ressonância na articulação.

A cafeína contida no café, no chá-mate, chá preto e chocolate pode aumentar a acidez no estômago, desencadeando, para quem tem tendência, o refluxo-gastro-esofágico. Além disso, a cafeína também desidrata a mucosa e deixa a saliva mais espessa.

Alimentos pesados ou em grandes quantidades lentificam a digestão e dificultam a movimentação do diafragma, músculo essencial para a respiração.

Dê preferencia a alimentos como:

A maçã é uma ótima ‘aliada’ da saúde vocal, por dois motivos. Por sua consistência mais dura exige ‘mais’ da mastigação, preparando assim os articuladores. Além disso, possui propriedade adstringente (a pectina) que ajuda a reduzir saliva espessa da boca e faringe. Portanto a maçã favorece tanto a ressonância quanto a articulação.

O abacaxi e as frutas cítricas (limão, laranja) aumentam a salivação e com isso um maior número de deglutições, que acarretam um relaxamento na musculatura da garganta e favorecendo toda dinâmica do trato vocal.

Os chás de frutas e as bebidas isotônicas também podem ser considerados preferenciais, pois ajudam na reposição de perdas minerais que são eliminadas pela urina e transpiração.

Artifícios para “tratar a garganta e a voz”- Mitos e Verdades Gengibre: é adstringente (como a maçã), porém é bastante irritativo para a mucosa. Além disso tem propriedade anestésica, isso propicia facilmente o abuso vocal.

Menthol: tem propriedade anestésica, portanto é contra indicado, pois ‘mascara’ o uso vocal o que pode levar à abusos dessa voz . É encontrado em várias pastilhas e balas “refrescantes”.

Própolis: é cicatrizante, no entanto algumas fórmulas vendidas em spray contém álcool e menthol. Atenção! Priorize as soluções aquosas.

Por Paloma Ribeiro - Fonoaudióloga e Musicoterapeuta

veja também