Show gospel agitou a festa de 100 anos da cidade de Esmeralda

Show gospel agitou a festa de 100 anos da cidade de Esmeralda

Atualizado: Quarta-feira, 21 Setembro de 2011 as 4:11

Pela primeira vez na história, as festividades em comemoração aos 110 anos de Esmeraldas tiveram a participação de bandas evangélicas, além dos shows sertanejos e de axé e, claro, do tradicional bolo de aniversário servido no domingo de manhã (18), com apresentações de dança e circo, na Praça Getúlio Vargas, centro.

Na abertura oficial (16) de setembro, a festa foi por conta do Fest Gospel, primeiro evento musical evangélico de Esmeraldas, que teve a participação do cantor Gesiel Costa e dos grupos ministérios AG2 e Verbo Ativo. Organizado por pastores e lideranças religiosas, com apoio da Prefeitura, o evento começou uma marcha profética, que reuniu pastores e fiéis, em direção à Praça Getúlio Vargas.

Para um dos organizadores, o show gospel foi uma forma de provocar a unidade entre as igrejas evangélicas de Esmeraldas, destaca o pastor Fernando Alves Maia, que agradeceu o apoio do prefeito Flávio Leroy que, na oportunidade, oficializou o evento como parte das comemorações do aniversário da cidade. “A partir dessa noite (16), estaremos estabelecendo o Fest Gospel no calendário oficial de eventos de Esmeraldas”, muito aplaudido.

Em cima do palco, Flávio destacou a ousadia da atual gestão em abrir as portas do município para as igrejas evangélicas, a liderança dos pastores Fernando, Alex e Ulisses e a perspectiva de futuras parcerias. “Que seja uma longa e profícua caminhada”, agradeceu a presença de todos os pastores e lideranças evangélicas. Em 2011, a Assembléia de Deus comemora 100 anos, e a Igreja do Evangelho Quadrangular, 60 anos de existência no Brasil. 

Desfile

Ainda na sexta-feira (16), mais cedo, alunos das escolas municipais e associações de classe participaram do momento cívico em comemoração aos 110 anos de emancipação político-administrativa do município. Organizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, os alunos saíram, em passeata, da Praça do Rosário em direção à Praça Getúlio Vargas, centro, com a participação de diversas entidades representativas - Apae, Associação Comercial – Aciase, OAB/Esmeraldas, Grupo Feliz Idade - e, pela primeira vez, com envolvimento das secretarias municipais.

Para completar o momento cívico, que também referendou o dia da Independência (7 de setembro), a centenária banda Euterpe Quiteriense, sob a regência do maestro Geraldo José Victor, em companhia do regente Rafael Araujo França, da fanfarra de Baldim, tocaram o hino nacional brasileiro. O desfile é uma antiga tradição cívica de Esmeraldas resgatada pela atual gestão. 

Shows

 No sábado, a festa começou com sertanejo universitário da cantora Belo Melo, na Praça Getúlio Vargas, centro, onde ficou completamente lotada. A animação garantida se estendeu à noite com a banda de axé Tem que Ter, que não deixou ninguém ficar parado.

E, para completar o aniversário, no domingo de manhã, após a missa de ação de graças na igreja matriz de Santa Quitéria, a criançada se divertiu com apresentações circenses e de dança (academia Rosas de Ouro) e, depois, bateu palmas e comeu um delicioso bolo pelos 110  anos de aniversário de Esmeraldas. Quem gosta de orquídeas ainda teve a oportunidade de ver, pela primeira vez, uma exposição de orquidários na Casa de Cultura e Turismo “Euclides Pedro do Carmo”..

À noite, as bandas Rytmus e Johny Marcos e Maurinho encerraram a programação do domingo de festa.

Calçamento e máquinas

Shows, festas e investimentos. Desde a semana passada, a Prefeitura iniciou as comemorações pelo aniversário de Esmeraldas. Na oportunidade, Flávio anunciou investimentos de R$1,5milhão do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais - BDMG em calçamento nos bairros Moradas Santa Quitéria, Conjunto Castelo Branco Novo, além de Nova Esmeraldas e Fernão Dias. 

E as comemorações seguiram com mais notícias. As novas máquinas, no valor de R$2milhões, chegaram a Esmeraldas. Em carreta, três motoniveladoras (patrol), uma retro escavadeira e uma pá carregadeira percorreram as principais vias públicas do centro. Investimentos do BDMG, pelo programa Somma, a frota inclui ainda dois novos caminhões.

veja também