Sony revela contrato com Leonardo Gonçalves e outros nomes do gospel

Sony revela contrato com Leonardo Gonçalves e outros nomes do gospel

Atualizado: Quinta-feira, 22 Abril de 2010 as 12

Desde que foi anunciado como o responsável pelo casting gospel da Sony Music, Maurício Soares tem causado repercussão no mercado fonográfico com o anúncio de cada contratação. Depois de firmar parceria com os gigantes Renascer Praise e Resgate, o diretor executivo revelou ao Guia-me novos cantores que devem assinar contrato nos próximos dias. Elaine de Jesus, Leonardo Gonçalves e Marcelo Aguiar são as próximas contratações que ainda devem ser divulgadas oficialmente.

"Esses são o três próximos a assinar com a Sony, sem dúvida nenhuma. Temos outros já com contrato assinado, mas ainda não podemos adiantar. Em setembro cremos que seja o ápice de lançamentos, até em função da feira da ExpoCristã. Vamos apresentar boas novidades", disse Soares.

Atento ao segmento gospel, que é considerado pela Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) como o segundo maior em vendas do país, Maurício Soares não descarta a possibilidade de fazer acordo com personalidades expoentes do estilo. Questionado pelo Guia-me sobre o desejo de ter Aline Barros no casting da gravadora, o diretor executivo afirmou:

"Estamos de olho não só na Aline, mas em uma série de outros artistas que ainda continuam com contrato em vigor com as gravadoras. A Aline é uma grande artista e assim como ela tantos outros. Não divulgamos nenhum artista sem antes negociar. A Aline é uma possibilidade, mas nada concreto".

"Ela é uma artista respeitada nacional e internacionalmente. Nada mais natural que tenhamos o interesse de poder contar com a presença dela um dia no nosso casting, mas não temos nenhuma conversa específica".

Entatizando que o projeto da Sony Music não é a curto prazo, Soares disse estar tranquilo na seleção do casting. "O nosso momento agora é de quem estiver disponível, a gente vai conversando".

Mauricio Soares em coletiva de imprensa do Renascer Praise 16

Diálogo com os judeus - "Avinu Malkenu"

Em entrevista ao GUIA-ME.com.br, Leonardo Gonçalves falou sobre seu novo CD, intitulado "Avinu Malkenu" (Nosso Pai, Nosso Rei). Constituído por 12 músicas em hebraico, o disco está previsto para ser lançado pela Sony Music a partir de julho deste ano. A intenção, a longo prazo, é distribuir o trabalho internacionalmente por meio a Igreja Adventista do Sétimo Dia. "O projeto existe para criar um diálogo entre cristãos e judeus. Este diálogo simplesmente não existe. Os cristãos querem evangelizar o mundo inteiro, mas ninguém pensa nos judeus. E quando pensa, é de um jeito errado", avaliou Gonçalves.

Conhecido por composições com pouca ênfase no congregacional e por apostar no uso do melisma (técnica de alterar a nota de uma sílaba de um texto enquanto ela está sendo cantada), Leonardo Gonçalves entende o novo projeto, que foi masterizado recentemente em Nova York, como uma homenagem aos judeus.

"Não estou querendo fingir que sou judeu, embora eu tenha ascendência judaica. Estou querendo dizer que sou cristão e quero fazer um agradecimento ao judaísmo pela herança teológica e espiritual que nós temos. Se existe cristianismo, é porque houve judaísmo primeiro", afirmou o cantor que aproveitou para destacar a participação de movimentos cristãos em grandes perseguições ao povo judaico, como nas Cruzadas e no Holocausto. "São marcas milenares. Esse CD talvez seja uma gotinha no oceano para nos aproximar um pouco mais", refletiu.

O cantor adiantou que o álbum terá 12 faixas. Entre as quatro músicas inéditas, duas abordarão o Livro de Isaías, considerado por Gonçalves como o registro mais messiânico do Antigo Testamento, e outras duas o Novo Testamento, como o "Pai Nosso" e a mensagem de Apocalipse 14:12.

Membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Leonardo Gonçalves compreende a denominação que faz parte como a mais próxima do judaísmo em termos teológicos, uma vez que ambos têm a tradição de guardar o Sábado e não ingerir carne de porco.

"Interpretamos o Novo Testamento baseados no Antigo Testamento. E não o Antigo no Novo. Essa talvez seja a principal característica teológica da Adventista do Sétimo Dia. Somos judeus que acreditam em Cristo, com um comportamento ocidental", observou o cantor que tem em seu coração o desejo de poder dar um CD para cada judeu do mundo, ou seja, seriam precisos cerca de 14 milhões de álbuns.

Por Felipe Pinheiro

veja também