"Sou um mordomo do dom que está em mim", diz Darlene Zschech

"Sou um mordomo do dom que está em mim", diz Darlene Zschech

Atualizado: Segunda-feira, 29 Agosto de 2011 as 9:44

Nós todos já vimos isso antes. Um talento que cresce, faz seu nome dentro de um grupo maior e no auge desse grupo, decide deixar tudo e seguir carreira solo, ansiosos por um estrelato e por  gozar o brilho de um refletor de luz mais brilhante.

Darlene Zschech não é essa pessoa!

A parte de sucesso é certa. Os álbuns de adoração ao vivo em que  ela produziu e apareceu enquanto no Hillsongs (Austrália) receberam, discos ouro, platina e inúmeras outras premiações em todo o mundo. O coro de suas músicas foram  cantados por milhões de pessoas e por milhares de outros artistas. Mas Darlene é muito clara: ao mesmo tempo em que está animada com o lançamento desse novo projeto solo  - YOU ARE LOVE, ela não está focada em perseguir o estrelato pop. Ela poderia parar tudo e seguir sua vida normalmente. Mas existe um chamado. Um chamado de uma adoradora que permeia toda  a essência de sua vida.

Há 18 anos  Darlene deixou tudo para  servir como diretora vocal e, em seguida,  como pastora na igreja Hillsong  na Austrália, onde iniciou uma verdadeira revolução na adoração nos cultos de todo o mundo, mas o casamento e a  maternidade tornaram-se suas prioridades.

"Eu sentia que Deus me pedia para aguardar, e assim eu fiz ... Agora, creio que seja hora de retomar e, se isso soa grande de alguma maneira, não é."

You Are Love

"Eu realmente queria dedicar  minha vida a Igreja. Eu sinto que meu chamado é para fazer com que os cultos sejam restabelecidos em todo o mundo, e que o trabalho não havia sido feito ainda. Eu não posso deixar a missão. Esse é o momento certo para fazer isso da melhor forma possível".  

"Eu sei que esse álbum  certamente vai significar muitas coisas para muitas pessoas, mas para mim, sua mensagem e significado são simples: é apenas o amor de minha família, minha adoração ao meu Deus e meu amor pela música. It's me. São as  coisas que são importantes para mim".

Isso pode ser um projeto muito diferente do passado de  Darlene Zschech , mas há um segmento que é comum a tudo que esta ministradora , mundialmente renomada coloca a mão: "Quando eu faço alguma coisa, eu quero certificar-me de que estou honrando a Igreja porque a igreja é a minha paixão. O objetivo não é fazer algo próprio. Eu sou um mordomo do dom que está na minha vida. Minha experiência de conhecer o Pai vai sair em tudo o que faço. Eu não sinto que tenho de prová-la ou explicá-lo demasiado. Eu só tenho que  sair e falar para as pessoas , fazê-las cantar e adorar junto comigo. E com a graça de Deus, eu vou fazer o meu melhor."

veja também