Sula Maia fala sobre seu ministério e o novo CD, "Promessa"

Sula Maia fala sobre seu ministério e o novo CD, "Promessa"

Atualizado: Terça-feira, 31 Maio de 2011 as 10:02

Sula Maia começou a cantar aos 9 anos, ainda criança. Aos 15 anos Sula Maia teve uma experiência marcante com Deus, em um acidente onde quase morreu.

Aos 18 anos gravou o seu primeiro trabalho ministerial com o LP chamado “Ao Pé da Cruz”.

Sula Maia é cantora, líder e ministra de louvor do Ministério de Louvor da Assembléia de Deus de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. À dez anos é integrante do back vocal da banda da cantora Cassiane.

Participou de trabalhos vocais para os principais cantores evangélicos do Brasil como Cassiane, Jairinho & Cassiane, Jayane, Jairo Bonfim, Prª. Ludmila Ferber, Rayssa & Ravel, Elaine de Jesus, Marcelo Crivela, David Soares, Daniele Cristina, Mara Maravilha, Raquel Malafaia, Shirley Carvalhaes, Lauriete, Flor de Lis, Bruna Carla, Josyanne, Marquinhos Menezes, Débora Oliveira e outros.

Com experiência e maturidade ministerial, adquirida ao longo desses anos, Sula Maia viveu o começo de um novo tempo ministerial com o lançamento do seu primeiro álbum solo, "Promessa".

Confira abaixo nossa entrevista exclusiva.

Supergospel - Sula, como foi o seu início no ministério de música e ministração de louvor?

Eu canto desde criança. Eu era muito tímida quando criança, mas às vezes cantava com meu irmão Daniel Maia e minha irmã Débora na igreja. Os dois cantavam em dupla pelas igrejas, no dia que fiz 9 anos o pastor me deu a oportunidade de cantar um louvor, daquele dia em diante foi-se embora a timidez e eu não parei mais de cantar.

Aos 18 anos gravei meu primeiro LP, “Ao pé da cruz”. O produtor foi Paulo Silva, indicado pela minha amiga Cassiane que também era o produtor dela. Esse primeiro trabalho solo foi benção para o início da minha vida ministerial, quem investiu nesse projeto foi um grande amigo Pr. Toninho da Assembléia de Deus, Ministério Belém em São Paulo. Depois desse trabalho comecei uma nova fase na minha vida trabalhando com ministério de louvor e como back na banda de alguns cantores.

Toda experiência que adquiri trouxe para minha vida maturidade, crescimento e fortalecimento espiritual. Hoje me sinto preparada não para ser uma cantora somente, mas uma pessoa escolhida por Deus para um propósito como ministra de louvor e do altar. Além de cuidar do ministério solo que Deus me confiou, recebi do meu pastor, Pr. João Nunes da Assembléia de Deus de Nova Iguaçu - RJ, a confiança de liderar o ministério de louvor local, onde sou membro.

Supergospel - O que mais te marcou durante a gravação do seu primeiro álbum solo?

Lembro que eu e a Cassiane nos conhecíamos desde adolescentes, mas nesse período a minha amizade e relacionamento com ela se estreitou muito, pela indicação de produção do Paulo Silva e por gravar o LP “Ao Pé da Cruz” no Rio de Janeiro. Recebi todo apoio da Castália (mãe da Cassiane), que me trata até hoje como filha, sempre me acolhia e me levava para cantar nas igrejas do Rio de Janeiro.

Tive algumas experiências marcantes nesse LP. Em uma das experiências eu lembro que eu estava cantando em uma programação em Guarulhos - SP, quando uma mulher que era policial estava passando e pensando em se suicidar, ouviu e foi tocada por Deus através da música, entrou, aceitou Jesus como Senhor e Salvador.

Supergospel - Em que consiste o repertório de “Promessa”? Qual a vertente? Quais os estilos?

São 12 músicas que foram selecionadas em um longo tempo. Tive cuidado na escolha dos temas das canções, são hinos que falam de libertação, de cura, perdão, restituição, milagres, adoração, volta de Jesus.

Fiz questão de regravar um grande sucesso da música cristã brasileira “Sopra Espírito” da minha amiga Pra. Ludmila Ferber. As outras músicas são todas de outro amigo que é um compositor muito conhecido, Anderson Freire. Já tinha em mente o estilo, e escolhi o estilo “pop adoração” por ser a minha cara, é minha característica ser ministra de louvor e profetiza do altar.

Supergospel - Como foi o processo de escolha das canções?

Eu trabalhava no Reuel Estúdios, que pertence ao Jairinho Manhães e Cassiane. No Reuel Estúdios eu ouvia e separava músicas, montava repertórios e fazia contato com os compositores e cantores.

Nesse período fui escolhendo as músicas que o Anderson Freire mandava para o meu CD. Não é fácil escolher repertório, mas com o conhecimento e buscando em oração o direcionamento de Deus fechei o repertório. No final, para fechar com “chave de ouro” o disco, recebi um lindo presente da minha amiga Pra. Ludmila Ferber que foi a música “Sopra Espírito”.

Supergospel - Como está sendo a repercussão do disco?

Tem sido excelente! O álbum foi lançado recentemente e graças a Deus tenho recebido convite de várias igrejas do Brasil para ministrar, isso é maravilhoso porque esse era um dos objetivos de fazer o meu chamado ministerial através da música para levar libertação, cura, poder de Deus e adoração. Ainda esse ano pretendo fazer uma viagem para fora do Brasil de divulgação desse trabalho, ainda não escolhi o país, mas vou em busca da promessa que Deus me fez, que me levaria as nações!

A parte de produção e musical foi de excelente qualidade, tive o privilégio de ter os melhores músicos e os melhores backs da música cristã brasileira na gravação desse trabalho. Promessa tem sido muito elogiado, é um canal de bênçãos para muitas pessoas que tem testemunhado do que Deus tem feito através das músicas. Já ouvi testemunho de pessoas que não tiram o CD do som do carro, outras que dizem que só falta furar o aparelho e outras que todos os dias dormem ouvido. Isso é muito edificante saber que Deus está cumprindo o seu propósito através de minha vida.

Supergospel – Você participou de trabalhos vocais para os principais cantores evangélicos do Brasil como Cassiane, Prª. Ludmila Ferber, Rayssa & Ravel, Elaine de Jesus, Shirley Carvalhaes, Bruna Carla, Josyanne, entre outros. Que frutos você colheu (e tem colhido) destes anos de experiência e amadurecimento ministerial?

Comecei cantar muito nova, mais ser cantora solo não te faz um back, um back pode ser cantor solo mais um cantor solo nem sempre é um back! Eu colhi o privilégio de ser cantor solo e conseguir ser back também, aprendi a timbrar com outras vozes e saber unificar com eles. Isso é muito difícil e muito bom, “amo fazer back”!

Até hoje colho dos frutos do meu trabalho para estes cantores, ao longo desses anos adquiri grandes amizades como a da Cassiane que é como irmã, Pra. Ludmila Ferber que é uma grande amiga e uma referência como mulher de Deus e um espelho ministerial. Minha vida ao lado dessas pessoas foi como uma escola de grandes aprendizados e amadurecimento. Agradeço muito a Deus por participar dos trabalhos de todos esses cantores.

Vou compartilhar aqui uma grande experiência que marcou o direcionamento de minha vida pessoal e ministerial. Alguns anos atrás eu estava fazendo back do CD “24 horas Por Dia” para Pra. Ludmila Ferber e após a conclusão daquele trabalho ela nos convidou para confraternizarmos com um café na casa dela, e naquela tarde ela liberou uma palavra profética sobre a minha vida que foi muito importante. Ela disse: “Não assine contrato com ninguém nesse momento! O que Deus tem para você já está selado, é um ministério solo como ministra e profetiza para as nações! Está difícil ser back? Esse caminho ainda vai durar um tempo a mais, porque nesse tempo Deus está te preparando para o ministério que Ele vai colocar nas tuas mãos!”

Eu cantava em Trio com duas amigas e havia uma proposta de uma grande gravadora, mas aquela palavra ficou gravada no meu coração e tomei a decisão de buscar em Deus o que Ele queria para minha vida. Vivi a cada dia os momentos de dificuldades, dores, um caminho de espinhos, mas em tudo havia um propósito de Deus. Sabemos que quando Deus tem um propósito em nossas vidas é marcado com grandes batalhas e selado com grandes vitórias. A minha vitória não é a gravação de um CD, a minha vitória é conquistar a cada dia a promessa de Deus. Deus colocou na minha mão a promessa, mas todos os dias são dias de novas conquistas dentro da promessa.

Supergospel – No seu momento de lazer, o que você costuma ouvir? Musicalmente falando, o que te influenciou e o que te influencia hoje?

Desde criança adoro musicas clássicas. Ouço de tudo, mais tenho preferência e amo ouvir música com ministrações como as do Israel, Pra. Ludimila Ferber, Adhemar de Campos, Hillsong e Jesus Adrian Romero. Também gosto de ouvir Mary Mary, Allen Asbury e outros. Mas o que mais gosto de fazer quando estou em casa é ouvir as músicas da Pra. Ludmila Ferber e orar, é o meu momento com Deus, é muito importante e especial para minha vida.

Supergospel – Se você tivesse que escolher dois conselhos para dar aos ministros de louvor - um na área musical e outra na área espiritual - que conselhos você daria?

Reconheço que para a glória de Deus e pela Sua graça sou uma cantora reconhecida pelo público e por cantores do meio gospel. Tenho uma história como cantora pelo talento musical que Deus me abençoou, por isso, preciso cuidar e aprimorar do talento musical que é a minha voz, isso é necessário para todo aquele que canta.

A diferença do chamado ministerial para aquele que canta não está na musicalidade, mas na manifestação da unção e do poder de Deus através das ministrações. Sei que Deus me levantou como cantora e como ministra do altar, preciso juntar a excelência do talento de cantar com a excelência da minha busca por Deus. Algumas vezes em gravações de back, tive experiências de ter que parar de cantar porque a presença de Deus e a unção era tão forte que a única coisa a fazer naqueles momentos de glória de Deus era simplesmente adorá-lo.

Supergospel – A cada dia vemos crescer o uso de meios eletrônicos, como o Twitter, o MySpace, Orkut, Youtube, entre outros, para divulgação do trabalho. O que você acha dessas novas opções de mídia?

Atualmente, todas essas ferramentas são necessárias para divulgação ministerial e eu procuro utilizá-las para me divulgar, informar, aconselhar, evangelizar e me relacionar com as pessoas no mesmo espírito e fé. O mundo virtual é realidade há muito tempo para vida da Igreja do Senhor Jesus.

É necessário observar os sinais do movimento da nuvem e seguir a direção certa. Se você não observar os sinais você acaba parando no tempo, ficando ultrapassado e acaba perdendo grandes oportunidades.

Supergospel – De tudo o que foi dito aqui, que outra informação você gostaria que soubessem a seu respeito?

Sou uma mulher realizada e feliz no meu casamento, no meu ministério e na minha vida. Sou uma pessoa que gosta de ver o bem de todos, então meu conselho a todos é: amar o teu próximo como a ti mesmo. Sabendo que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e que são chamados segundo o seu propósito. Vejo dessa forma, que na minha vida há um propósito de Deus em todas as coisas que são realizadas.

Supergospel – Para encerrar, quais são os seus projetos para 2011?

Trabalhar bastante a divulgação do CD Promessa, cantando as músicas em todo o Brasil e em outras nações. Se Deus sonhou comigo então eu quero viver para Ele.

Contatos:

(21) 3752-9557 / 8278-0477 / 7857-9848 ID: 8*36386

[email protected]

Site: www.sulamaia.com.br  

Twitter: @sulamaia

veja também