Thalles em Fortaleza: o carinho do povo cearense me marcou

Thalles em Fortaleza: o carinho do povo cearense me marcou

Atualizado: Sexta-feira, 5 Março de 2010 as 12

Ex-backing vocal de bandas como Jota Quest e Jamil e Uma Noites, o mineiro Thalles Roberto voltou para se encantar com a Tapioca e o Baião de Dois, em terras cearenses. Com uma intensa agenda de divulgação em diversas igrejas, rádios e lojas de Fortaleza desde a última segunda-feira, 2, o cantor falou ao Guia-me mais sobre esta temporada no Ceará.

Segundo o cantor, a diferença entre esta vinda e as outras vezes em que esteve em Fortaleza é muito grande. Em seu depoimento ao Guia-me, Thalles explicou que desta vez a cidade ficou ainda mais bonita para ele.

''Eu já estive várias vezes em Fortaleza, como no 'Ceará Music', com o Jota Quest e outras vezes 'Jamil e Uma Noites', mas como servo de Deus, esse é a primeira vez. Não existe nada melhor do que ser um servo de Deus. Eu estou até tonto de tanta felicidade e de poder saber que Jesus aceita a gente de volta. Eu sabia que Fortaleza já era bonita, mas com os olhos de Cristo, ela parece ser uma cidade mais bonita do que já é!'', exclamou.

Thalles ainda lembrou da satisfação de voltar a Fortaleza para divulgar pela primeira vez um trabalho idealizado por ele. O cantor afirmou que já estava acostumado com uma agitada agenda de eventos quando cantava em grupos seculares, mas em sua opinião, existe uma satisfação maior em apresentar um trabalho que fale sobre o seu testemunho, sobre o que Deus tem feito em sua vida.

''Existe um ditado que diz que é melhor ser cabeça de formiga que rabo de elefante. Eu já fui dar entrevistas nas rádios com o Jota Quest algumas vezes, com o Jamil também. Eu já participei de Programas de Televisão 'n' vezes com eles. Mas essa parte de estar à frente, ali, falando do seu nome e divulgando o seu trabalho, é uma gratificação diferente, sabe? Eu estou aqui, a minha agenda está lotada, mas é o que Deus está fazendo na minha vida. Eu não estou levando o nome de ninguém, estou levando o nome de Jesus e o meu nome agregado ao dEle, para que o evangelho cresça e para que a gente seja abençoado através daquilo que Jesus deixou para a gente. Hoje é muito mais gratificante poder trabalhar em um projeto meu'', assumiu.

Hospitalidade

O carinho e a hospitalidade doa cearensea foram citados por Thalles como uma característica marcante desse povo. O cantor afirmou que isso causa um forte sentimento de identificação e afinidade com as pessoas de Fortaleza. Segundo ele, tanta simpatia o faz lembrar de sua terra natal.

''Além de Deus ter feito milagres e maravilhas, ter cumprido as promessas dEle em nossas vidas, o carinho do povo cearense me marca muito. Todas as bandas nas quais eu trabalhei, sempre foram muito bem recebidas pelo pessoal de de Fortaleza e eu falo: 'Poxa! Que legal! É meio parecido com o povo mineiro! Chega, conversa, abraça'. Até hoje, o povo que mais se parece com o meu povo, com a minha personalidade, na minha maneira de ver, é o povo do ceará. Eu sempre gostei do povo cearense, mas agora eu estou vivendo 'colado' e estou achando ótimo.  O carinho do cearense, o amor, a receptividade são ótimos! Eu estou muito feliz com isso'', festejou.

Aceitação

Chegar a um lugar desconhecido e ter o seu trabalho bem aceito satisfaz o coração de um artista. Pelo menos é o que mostra o cantor Thalles ao falar sobre a repercussão de seu disco em Fortaleza.

''Depois de Belo Horizonte, que é a minha casa - e nada melhor que ser muito bem aceito em sua própria casa - acho que o lugar onde o meu trabalho está sendo mais bem aceito é aqui. É uma fonte nova que Deus está abrindo. Aqui as rádios estão tocando as minhas músicas. As pessoas chegam para mim, emocionadas, dizendo 'Cara, a tua voz, a tua música tem tocado a minha vida, a minha alma'. Esse CD tem sido bem aceito porque está cheio da unção de Deus. A única coisa que eu quero é que a verdade que Deus fez na minha vida saia de mim e alcance essa terra'', declarou.

Por João Neto - www.guiame.com.br

veja também