Troféu Talento 2009: Ousadia do trabalho do Pregador Luo é premiada com troféu de melhor álbum rap

Troféu Talento 2009: Ousadia do trabalho do Pregador Luo é premiada com troféu de melhor álbum rap

Atualizado: Sexta-feira, 17 Abril de 2009 as 12

Por Adriana Amorim

"É uma questão tanto de amadurecimento das pessoas que julgam, do público. A questão é que os tempos estão mudando, essa insistência minha e de outros artistas do hip hop está fazendo as coisas mudarem", afirmou Pregador Luo, na noite da última quinta-feira, dia 16 de abril, no Troféu Talento 2009. Com uma proposta ousada, o CD Música de Guerra 1ª Missão, produzido e interpretado por Luo, recebeu a estatueta de melhor álbum rap.

Para o rapper, seu último CD tem um caráter mais importante em relação a outros de sua carreira, por ser um álbum temático. "Ele foge dos padrões de tudo que já fizeram na música, algo inédito [...] Eu compus sobre a vida de alguns atletas, que lutam MMA (mixed martial arts ) , que todo mundo conhece como vale-tudo. Acham que é selvageria e tudo mais, eu consegui pegar a vida dessas pessoas, a história delas de vida, e colocar o testemunho de cada um, como por exemplo do Vitor Belfort, que é um cara que passou por tudo que passou, perdeu a irmã, foi uma coisa muito traumática, e você consegue ver o cara indo na televisão. Ele não fica com raiva, bravo, fala de uma forma boa e ainda prega o Evangelho de Jesus. E a gente pegou tanto esse lado, quanto do lado atleta, do cara que se esforça, que sente dor, que vai treinar na chuva", explicou.

Luo entende que é importante discutir temas que ultrapassem a vida na igreja: "É sempre aquela coisa: 'Glória a Deus! Aleluia!' Mas não se tem um espaço para se debater outros assuntos".

O pregador considerou a premiação justa: "E bom ver que as pessoas estão sensatas na hora de julgar, de conferir, de dar vereditos [...] Mas por outro lado também é um tanto inusitado, porque como eu falei, é um negócio diferente, o povo assimilou bem para caramba". O álbum traz a participação do grupo Trazendo a Arca, na canção "Já posso suportar", e de Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Junior, na música "Nada é impossível" ."Você tem que ser verdadeiro, tem lugares que você não precisa falar [...] e do outro lado uma forma mais sutil. Não tem uma forma. Eu estou criando o meu estilo próprio de trabalhar. Aleluia", expressou Luo.

Foto: Getúlio Camargo

veja também