Um novo tempo, na carreira do cantor Sergio Lopes

Um novo tempo, na carreira do cantor Sergio Lopes

Atualizado: Segunda-feira, 13 Junho de 2011 as 11:41

Dificilmente exista algum admirador da música cristã que não conheça as canções de Sergio Lopes. Há 21 anos louvando ao Senhor Jesus, as letras e melodias dele já serviram de trilha sonora para a vida de milhões de pessoas, que se converteram a Deus e receberam forças para resolver diversos problemas.

Sergio define essa nova etapa na carreira como o selo de um compromisso, que começou com um “namoro” entre ele e a Line Records, existente há algum tempo, e que finalmente foi oficializado. O contrato foi assinado na última segunda-feira (06), e os admiradores do poeta da música gospel podem esperar o melhor dele, em breve nas melhores lojas do País.

Com previsão de lançamento para início de setembro, ele promete trazer o estilo único, livre de influências, escrevendo letras com uma abordagem humana e realista, avessa aos modismos que normalmente pontuam o ambiente musical gospel. “Meu retorno está sendo naquele clima de grande expectativa. Há muito tempo não se ouve coisa nova de Sergio Lopes, e tanto a Line quanto eu, após ouvirmos juntos o novo repertório, estamos otimistas com o que vamos lançar”, declarou.

Apesar da empolgação, essa não é a primeira vez dele na Line Records. Entre 1996 e 2000, foram lançadas músicas pela gravadora como, por exemplo, “O Lamento de Israel”, “A Dor de Lázaro”, “A Fé”, “O Mar Vermelho”, dentre outras que fizeram grande sucesso no Brasil e no exterior. O cantor tem 18 trabalhos lançados e onze discos de ouro, tendo ultrapassado, em 2007, mais de 5 milhões de discos vendidos.

Louvores que marcaram vidas A música que mais marcou a carreira de Sergio Lopes foi “O Amigo”, que o definiu como compositor e adorador. Esse louvor não foi importante somente para ele, mas foi fundamental na vida do servidor público, Ivan Trindade, de 49 anos. “Essa música tocou o meu ser de forma grandiosa. A parte que diz ‘quando todos me deixaram, Ele me acolheu, e sarou  minhas feridas’, eu ouvia como sendo o próprio Deus falando comigo e me fortalecendo, me animando a dar a volta por cima”, declarou Ivan, que está há 16 anos na presença de Deus firme e forte.

Robson José Felipe, de 21 anos, conta que, desde criança, está na presença de Deus, e ama adorar o Senhor Jesus desde os 10 anos de idade. Num dado momento que estava prestes a desistir de tudo ouviu “Carta Filadélfia” e decidiu permanecer. “Foi durante esse louvor, que Deus falou forte comigo, me humilhei diante dos pés do Senhor, e Ele me mostrou através dessa canção que tenho que guardar o que Ele me deu de mais precioso: a salvação”, comenta.

Para finalizar, Sergio Lopes deixa uma mensagem de fé aos internautas do Arca. “Aquele que tem fé em Cristo, ainda que enfrente as maiores lutas, ainda que pareça estar sozinho, ainda que pareça que não vai ter saída, a vida dele é igualzinha aos filmes que passam no cinema: Ele sempre vence no final da batalha! É só confiar em Deus, e entender os seus sinais. Alguns percebem e vivem felizes. Outros são displicentes, não percebem, e se dão mal. Deus abençoe a todos”, finalizou.

veja também