Valéria Rodrigues: testemunha do poder sobrenatural de Deus

Valéria Rodrigues: testemunha do poder sobrenatural de Deus

Atualizado: Quarta-feira, 28 Julho de 2010 as 1:54

Ela está estreando na Line Records, mas já acumula o sucesso de quatro CDs e um DVD lançados de forma independente. Natural da cidade de São Paulo, Valéria Rodrigues começou a se destacar no meio musical ainda muito pequena, com apenas sete anos de idade. Hoje, com o ministério consolidado, a cantora viaja pelo mundo propagando o Evangelho e testemunhando as fortes experiências que já teve com Deus.

Como conheceu a palavra de Deus?

Através da minha mãe, que ao ler um Novo Testamento dado por uma freira, do colégio em que ela estudou, teve a mente aberta por Deus e viu o quanto os “crentes” estavam certos. Ela se converteu e levou os filhos também desde pequenos, eu com seis para sete anos.

E o interesse pela música, quando surgiu?

Desde pequena sempre gostei de música. Ganhei com cinco aninhos um pianinho da minha vó e gostava de dedilhar fingindo tocar, assim como uma flauta da minha mãe. Quando tocava alguma música com voz feminina na rádio, eu gostava de cantar junto e usava, inclusive, um perfume ou a escova de cabelo para dizer que era microfone.

Como foi a decisão de se dedicar integralmente ao ministério?

Não foi nada planejado, tudo foi acontecendo naturalmente e no tempo de Deus. Quando vimos, já estávamos trabalhando nesse ministério de música, que já tem quase 10 anos.

Você foi curada de leucemia e meningite. Como foi essa experiência?

Desde pequena sempre sofri com doenças, fisicamente era muito fraca. Vivia internada sempre com alguma coisa: problemas no intestino ou caia e feria o joelho profundamente, etc. Por adquirir anemia muitas vezes, aos 15 anos tive leucemia e sofri muito com dores horrorosas, impossibilitada inclusive de levantar-me da cama. Para ir à igreja, minha mãe me ajudava, amparando-me no ombro e ficava só sentada no culto, mas participava e fazia minhas orações com muito fervor, crendo que Deus era a minha cura. Eu sabia e tinha certeza de que Deus não era cego e que contemplava minhas dores e meu sofrimento. Quando foi um dia, o pastor me chamou na frente do altar, pôs a mão na minha cabeça, orou por mim e desde aquele dia em diante não senti mais nenhuma dor; então, não precisei fazer quimioterapia, nem transplante. Deus me curou por completo, mediante a minha perseverança e fé. A meningite foi a mesma coisa. Eu não tenho palavras para agradecer tudo que o Senhor Jesus já fez por mim, enumerar aqui ficaria difícil. Leucemia, meningite, gastrite nervosa (curou-me num momento de louvor e adoração), problemas no intestino, tudo ficou pra trás. Tive essa experiência que Ele é o Deus que cura!

Antes de integrar a família Line Records, quantos trabalhos você lançou de forma independente?

Lancei quatro CDs (Comunhão, Ouça-me Senhor, Se Levante do Chão e Você Pode Vencer) e um DVD de clipes gravado nos lugares turísticos de Goiás, chamado “Você Pode Vencer”

O que significou em seu ministério a assinatura do contrato de distribuição pela Line Records do álbum “No Monte Estarei”?

Pelo fato de a Line Records ser uma das maiores gravadoras gospel do Brasil, sempre tive o sonho de fazer parte dessa família. A junção de um bom trabalho com o suporte que a gravadora dá, tenho certeza que alavancará e alargará as nossas fronteiras ministeriais. Para mim hoje isso é uma honra, um sonho realizado; e não paramos por aí, teremos muito trabalho pela frente, estou de mangas dobradas para o trabalho.

Como foi a produção deste trabalho? Você se preparou espiritualmente para este lançamento?

Sim, porque temos a ciência de que é um trabalho espiritual, então tivemos nosso momento de orações, jejuns e até subida ao monte com propósitos de oração.

O que “No Monte Estarei” traz de especial?

Espiritualidade, intimidade com Deus, alegria por sermos do Senhor em ritmo tanto de adoração como ritmo mais jovem, enfim um CD bem eclético que agradará à família toda.

Por que neste trabalho você decidiu inovar com canções nos estilos árabe e pop rock, como “Vem Senhor” e “Pelo Espírito”?

A palavra de Deus diz que Ele faz novas todas as coisas, além disso acho muito chato um CD com tudo muito igual. Gosto de diversificar os ritmos. Eu, particularmente, gosto de todos os estilos e ritmos e o Rei Davi mesmo disse: “Tudo que tem fôlego, louve ao Senhor”. Em parceria com o meu produtor, resolvi incluir no repertório deste álbum estilos diferentes que combinassem com as letras.

Como está a divulgação deste CD?

Estou trabalhando bastante graças a Deus. Como disse antes, estou de mangas dobradas para o trabalho.

E seus planos para o futuro, poderia adiantar algum?

Nos dias de hoje, infelizmente não poderíamos estar revelando nossos sonhos. Porém, profissionalmente, temos os nossos projetos a serem alcançados, um deles seria gravar esse trabalho em DVD Ao Vivo.

Bate Bola

Natural de: São Paulo (Capital)

Idade: 34 anos

Estado civil: casada

Filhos: não

Igreja em que congrega: Igreja Universal do Reino de Deus

Tempo de conversão: 17 anos

Prato preferido: Ficou difícil, porque amo comer (risosss) como de tudo, mas aprecio a Italiana, brasileira, japonesa e australiana.

Cantor preferido: Sandy Patty, Twinkie Clark, Kim Burrell e Jaci Velasquez

Música preferida: Via Dolorosa (Sandy Patty), Salmos 84 (Vencedores Por Cristo) e Tua Palavra (Aline Barros)

Filme: Prova de Fogo

Livro: Bíblia Sagrada

Versículo: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte na sua força, nem o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra, porque destas coisas me agrado, diz o Senhor. (Jeremias 9: 23,24)

Um bom lugar para descansar: Na minha cama

Mania: Saio na casa toda borrifando essência com água perfumada, de preferência com cheiro de bebê ou jasmim, gosto de limpeza e do cheirinho que deixa.

Defeito: Tenho muitos, mas um deles é teimosia.

Virtude: A gente tenta sempre melhorar no que pode e o que não posso peço a Deus, mas uma característica que cativa as pessoas é ser amiga e simpática, tento ajudar no que estiver ao meu alcance e, infelizmente, acabo me decepcionando, mas mesmo assim, continuo confiando no ser humano.

Sonho ainda não realizado: Alcançar as nações com meu ministério

Recado para os internautas que acessam o site Line Records: Que Deus abençoe a vida de cada um que acompanha, que lê e interage com os cantores e até orando e intercedendo pelas nossas vidas e pelo nosso ministério. Que o Senhor possa realizar os sonhos mais impossíveis, pois o que não está no alcance de sua mão, com certeza estará no alcance da mão de Deus. Ele torna possível o que ninguém espera! Seja fiel, faça sua parte perseverando e agradando a Deus e, com certeza, Ele satisfará os desejos do teu coração! Leia Salmos 37.

veja também