MENU

Abono do PIS começa a ser pago nesta quarta a nascidos em agosto

Abono do PIS começa a ser pago nesta quarta a nascidos em agosto

Atualizado: Quarta-feira, 19 Agosto de 2009 as 12

O abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) relativo ao exercício 2009/2010 começa a ser pago nesta quarta-feira, 19 de agosto, a quem nasceu em agosto e tem direito ao benefício.

O abono, no valor de um salário mínimo (R$ 465,00), é concedido a todo trabalhador que tenha trabalhado com carteira assinada durante pelo menos 30 dias em 2008 e tenha recebido, em média, até dois salários mínimos. É preciso estar cadastrado no PIS há, pelo menos, cinco anos.

Para sacar o benefício, o trabalhador deverá se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal e apresentar um comprovante de inscrição do PIS ou cartão do cidadão e carteira de identidade.

Funcionários públicos que têm direito ao abono do Pasep (Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público) com final da inscrição 2 e 3 recebem a partir desta terça-feira (18).

Têm direito ao benefício do Pasep os funcionários que tenham trabalhado no mínimo 30 dias nomeados efetivamente em cargo público e estejam cadastrados no Pasep há pelo menos cinco anos. O funcionário deve procurar o Banco do Brasil para fazer o saque.

Alguns funcionários recebem o benefício do PIS ou Pasep diretamente em sua conta corrente, junto com o salário, devido a convênio do empregador com a Caixa ou Banco do Brasil. Os que vão sacar o salário nas agências bancárias precisam obedecer às datas dos calendários abaixo.

De acordo com o Ministério do Trabalho, estão previstos saques totais de R$ 7,7 bilhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para o pagamento do benefício a 16,6 milhões de trabalhadores neste exercício.

Segundo o Ministério do Trabalho, os trabalhadores da região Sudeste são aqueles que receberão mais abonos, com cerca de sete milhões de beneficiários identificados, seguidos pela região Nordeste (com 3,5 milhões de pessoas) e pela região Sul (3 milhões).

No exercício 2008/2009, foram pagos R$ 6 bilhões a 14,8 milhões de trabalhadores. Porém, 667.461 abonos deixaram de ser sacados e voltaram aos cofres do FAT.

veja também