MENU

Ações da Vivo recuam com proibição de venda para a Telefônica

Ações da Vivo recuam com proibição de venda para a Telefônica

Atualizado: Quarta-feira, 30 Junho de 2010 as 1:47

Os papéis da operadora de celulares Vivo (VIVO3); ( VIVO4 ) reagiram com baixa ao novo fracasso na investida da espanhola Telefônica por um pedaço da companhia. A oferta da Telefônica pela participação de 30% detida pela Portugal Telecom na empresa brasileira foi vetada pelo governo português em assembleia de acionistas na manhã desta quarta-feira (30).As ações ordinárias da Vivo operam em baixa de 0,37%, negociadas a 80 reais, enquanto as preferenciais da empresa apresentam alta de 2,35%, negociada a 46,19 reais. Ontem, a Telefônica de Espanha aumentou a proposta pela participação na Vivo para 7,15 bilhões de euros, equivalente a 15 bilhões de reais. A venda era dada como certa diante da magnitude da oferta, e chegou a ser aprovada hoje por 74% dos acionistas da operadora portuguesa. Mas o governo português entrou no processo usando seu direito especial de golden share como acionista da PT para rejeitar a venda à espanhola Telefônica.

A primeira abordagem dos espanhóis foi feita no início de maio, quando apresentaram uma oferta de 5,7 bilhões de euros. A expectativa era que a PT tentasse aumentar o valor da venda ao máximo, para reinvestir no Brasil em novo alvo do setor  de telefonia. De qualquer forma, nenhuma ação pode ser feita, enquanto a venda não for aprovada pelo governo português. O Supremo Tribunal da União Europeia deve julgar a ação do governo no dia 8 de julho e poderá declará-la ilegal Às 10h30, o Ibovespa operava em alta de 0,27%.

veja também