MENU

Ações europeias fecham em alta após discurso de Obama

Ações europeias fecham em alta após discurso de Obama

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 4:07

As principais bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira (26), com investidores animados pelo plano do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de estimular a economia norte-americana.

Obama pretende reduzir impostos sobre as empresas e congelar alguns gastos públicos por cinco anos para ajudar a maior economia do mundo.

As expectativas de que o Federal Reserve, banco central dos EUA, dê sinais de melhora das perspectivas econômicas ao final de sua reunião de dois dias também dava ânimo aos investidores. Além disso, a divulgação de dados positivos sobre as vendas de novas moradias nos EUA ajudou o mercado.

O FTSEurofirst 300, índice que reúne as principais ações da Europa, subiu 0,75%, para 1.153 pontos, maior patamar desde 18 de janeiro.

"Obama está tentando transmitir sua convicção de que a saúde das empresas norte-americanas é importante. Ele também gostaria de simplificar o sistema tributário e manter os impostos sobre as empresas baixos. Isso tem sido bem aceito por investidores", disse Keith Bowman, analista de ações da Hargeaves Lansdown.

Ações relacionadas a matérias-primas tiveram as maiores altas, com os preços de metais avançando com a baixa do dólar e com esperanças de que a melhora da economia global vá aumentar a demanda por metais. O STOXX Europe 600 Basic Materials subiu 2,6%. As ações da Anglo American e da ArcelorMittal avançaram 2,8% e 5,1%, respectivamente.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 0,87%, a 5.969 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,97%, para 7.127 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 avançou 0,73%, para 4.049 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib encerrou em alta de 0,30%, a 22.007 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,06%, para 10.671 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve variação positiva de 0,09%, para 7.731 pontos.    

veja também