MENU

Agência de risco concede "grau de investimento" para a dívida pública do Brasil

Agência de risco concede "grau de investimento" para a dívida pública do Brasil

Atualizado: Terça-feira, 22 Setembro de 2009 as 12

Brasília - A Moody´s, uma principais agências internacionais de risco, decidiu elevar ao nível de "grau de investimento" a dívida pública brasileira (externa e interna). A avaliação brasileira subiu de "Ba1" para Baa3". Com isso, o país já tem avaliação positiva de todas as maiores agências avaliadoras, incluindo a Standard & Poors e a Fitch.

O "grau de investimento" permite que o governo brasileiro pague juros menores ao vender títulos no mercado internacional e local. Um dos efeitos práticos é um espaço maior para redução da taxa de juros brasileira.

Segundo o comunicado da Moody´s, o Brasil atravessou bem a instabilidade financeira internacional no último ano, com "uma modesta e rápida contração do PIB". Também pesou na decisão a solidez dos bancos brasileiros que, ao contrário de norte-americanos e europeus, não quebraram.

"O upgrade [aumento da nota] reflete o reconhecimento da Moddy´s em relação à capacidade do país em absorver o choque da crise, incluindo as medidas tomadas pelas autoridades", disse o responsável pela avaliação de países latino-americanos da Moody´s, Mauro Leos.

Apesar da melhora de avaliação, a Moody´s espera que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil deve ter uma queda em 2009 e que as contas públicas vão sofrer uma deterioração neste ano.

veja também