MENU

Agência Moody's rebaixa notas de grandes empresas e bancos italianos

Agência Moody's rebaixa notas de grandes empresas e bancos italianos

Atualizado: Quinta-feira, 6 Outubro de 2011 as 9:14

A agência de classificação de riscos Moody's anunciou nesta quarta-feira (5) o rebaixamento da qualificação de grandes empresas italianas, como as energéticas Enel, Eni e Terna, e das notas dos dois maiores bancos do país, o Unicredit e o Intesa Sanpaolo.

A Moody's também decidiu revisar a nota do grupo aeroespacial e de eletrônica de defesa Finmeccanica e a do Poste Italiane (Correios), e confirmou a qualificação da seguradora Generali, mas com perspectiva negativa.

A agência decidiu rebaixar a nota da dívida a longo prazo e de seus depósitos do Intesa Sanpaolo, que passou de Aa3 a A2, enquanto, no caso do Unicredit, a revisão foi de A3 a A2, ambos com perspectiva negativa.

A nota da companhia petrolífera Eni, na qual o Estado italiano participa com mais de 30% do conjunto de acionistas, passou de Aa3 a A1, enquanto a elétrica Enel teve sua qualificação rebaixada de A2 a A3.

No caso da Terna, o rebaixamento foi de A2 a A3, e o corte sofrido pela Finmeccanica foi de A3 a Baa2.

A decisão de revisar a nota destas grandes empresas italianas e dos maiores bancos do país acontece um dia depois de a Moody's ter anunciado sua decisão de rebaixar a qualificação da dívida soberana da Itália em três degraus, de Aa2 a A2, com perspectiva negativa.        

veja também