MENU

Alimentos e educação sobem menos, e inflação desacelera, diz FGV

Alimentos e educação sobem menos, e inflação desacelera, diz FGV

Atualizado: Sexta-feira, 23 Setembro de 2011 as 10:04

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) desacelerou de 0,69% para 0,58% na terceira prévia de setembro, segundo informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira (23).

Nesta apuração, as principais contribuições partiram dos grupos alimentação (de 1,39% para 0,90%) e educação, leitura e recreação (de 0,23% para 0,15%), com destaque para frutas (de 10,53% para 6,71%) e salas de espetáculo (de 0,86% para 0,34%).

Já os preços relativos a habitação aceleraram o ritmo de alta, de 0,43% para 0,52%. Os de vestuário também, passando de 1,14% para 1,25%.

As principais altas individuais de preços foram de limão, leite longa vida, aluguel residencial, tarifa de água e esgoto e açúcar refinado. As maiores quedas foram de alho, tomate, cebola, vagem e manga.      

veja também