MENU

Alta do índice composto foi de 0,9% no mês, a R$ 6.594 o m², na média

Preço do m² tem menor alta em maio desde início da série

Atualizado: Terça-feira, 5 Junho de 2012 as 8:20

O índice FipeZap Composto, que acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em seis municípios e no Distrito Federal, teve alta de 0,9% em maio na comparação com abril – a menor variação desde o início da série, em setembro de 2010.


Na média das sete regiões, o valor do metro quadrado anunciado ficou em R$ 6.594 no mês de maio. O Distrito Federal segue tendo o metro quadrado mais caro entre as cidades pesquisas: R$ 8.254; seguido por Rio de Janeiro (R$ 7.991) e São Paulo (R$ 6.448).


Na outra ponta, Salvador tem o metro quadrado mais barato, com custo de R$ 3.618. Na capital da Bahia, por sinal, os preços caíram 1,3%, marcando a segunda queda consecutiva.
Em Belo Horizonte e no Distrito Federal a alta foi de 0,43% e 0,46%, respectivamente, menores do que a variação do IPCA esperada para o mês de maio, de acordo com o boletim Focus, do Banco Central.
São Paulo registrou alta de 1,2% e o Rio de Janeiro teve variação positiva de 1,1%. Um ano atrás, estes valores foram de 2,6% e 3%, respectivamente.
Na capital paulista, os bairros Ibirapuera e Vila Nova Conceição mantiveram o posto de líderes no preço por metro quadrado anunciado, com valor médio de R$ 10.489, seguidos pelo Jardim Paulistano (R$ 9.236/m²) e pela Chácara Itaim (R$ 8.501/m²).


No Rio de Janeiro, na divisão por bairros, os valores mais altos seguem sendo registrados no Leblon, onde o metro quadrado anunciado chegou a R$ 17.730 – o mais caro do país – e, em Ipanema, onde o metro quadrado anunciado mediano foi de R$ 16.890.


Desaceleração
De acordo com a pesquisa, a tendência de desaceleração observada nos últimos meses continuou se acentuando em maio.
Na alta acumulada em 12 meses, o índice composto perdeu 1,9 pontos percentuais e registrou aumento de 19,9% entre maio de 2011 e de 2012.
O Índice FipeZap é desenvolvido e calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos com base em anúncios de imóveis da internet.
O índice composto inclui as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Salvador e o Distrito Federal.

veja também