MENU

Aluguel residencial novo em SP aumenta 1,4% em março, diz Secovi

Aluguel residencial novo em SP aumenta 1,4% em março

Atualizado: Quinta-feira, 19 Abril de 2012 as 8:37

O aluguel residencial novo na cidade de São Paulo registrou alta de 1,4%, em média, em março, na comparação com o mês anterior, conforme informa levantamento do Sindicato da Habitação Secovi-SP divulgado nesta quinta-feira (19). No acumulado dos últimos 12 meses, o aumento foi de 16,16%.

“Foi a maior variação mensal registrada desde novembro de 2011, quando houve um aumento de 1,7% nos valores de locação, mas a expansão acumulada em 12 meses foi inferior ao aumento dos meses anteriores”, diz Walter Cardoso, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, por meio de nota. Em fevereiro, o indicador havia acumulado avanço de 16,96% em 12 meses, e em janeiro, 17,90%.
Quanto ao tipo de imóvel, o valor de locação das unidades de um dormitório cresceu 1% em março sobre fevereiro. O de dois quartos teve aumento maior, de 1,5%. Já os imóveis de três dormitórios tiveram as maiores altas médias, de 1,9%.

O tipo de garantia mais usado nos contratos de aluguel residencial fechados em março foi o fiador (48,5%). O depósito de até três meses teve participação de 32% e o seguro-fiança foi a opção de um em cada cinco contratos.


Casas
Na análise a respeito do tempo em que casas e apartamentos levaram para ser alugados, as primeiras saíram mais rapidamente. As casas levaram de 12 e 30 dias, em média, para serem ocupadas. Os apartamentos demoraram mais: oscilaram de 17 a 36 dias.

veja também