MENU

Apesar de arroz e feijão mais baratos, cesta básica sobe, mostra Dieese

Apesar de arroz e feijão mais baratos, cesta básica sobe, mostra Dieese

Atualizado: Quinta-feira, 4 Junho de 2009 as 12

O mês de maio foi de alta no custo da cesta básica. Em 15 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) houve alta no conjunto dos produtos alimentícios essenciais. As maiores altas foram registradas no Recife (8,57%), Natal (4,90%) e Salvador (3,90%).

Os preços do arroz e do feijão ficaram menores na maioria das cidades. Em Vitória, o feijão ficou 13,45% mais barato, enquanto em Aracaju a queda de preço foi de 12,70%. Já o preço do arroz caiu 5,26% em Florianópolis e 4,76% em Salvador.

A carne seguiu na direção contrária e subiu em 11 cidades. Destaque para as altas registras em Vitória (5,41%), Recife (4,27%) e Florianópolis (3,36%).

Valor das cestas

Porto Alegre continuou a registrar o maior valor para a cesta básica, de R$ 243,43, seguida por São Paulo (R$ 227,36) e por Vitória (R$ 225,45%). Apesar da alta, Aracaju se manteve como a cidade onde os gêneros essenciais têm menor custo, com R$ 168,80. Fortaleza (R$185,33) e João Pessoa (R$ 189,00) vieram a seguir.

veja também