MENU

Após alta do compulsório na China, Bovespa recua nesta segunda-feira

Após alta do compulsório na China, Bovespa recua nesta segunda-feira

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 10:53

O início da semana ganha um contorno negativo para o mercado acionário brasileiro após o Banco Central chinês elevar a alíquota do compulsório bancário em 0,5 ponto percentual. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) recua na manhã desta segunda-feira (18). Às 10h28, o  Ibovespa caía 1,06%, aos 65.977 pontos.   Na sexta-feira (15), após sequência de cinco perdas consecutivas, o Ibovespa subiu 0,61%, aos 66.684 pontos. O giro financeiro atingiu R$ 6,1 bilhões. Na semana, contudo, o índice declinou 3%.

No mercado americano, o índice Dow Jones aumentou 0,46% na sexta-feira, enquanto o Nasdaq avançou 0,16% e o S&P 500 se apreciou em 0,39%. Na semana, o Dow Jones caiu 0,3%, o S&P 500 recuou 0,6% e o Nasdaq cedeu 0,5%.

Na Ásia, a maior parte das bolsas também iniciou a semana em baixa , reagindo ao aumento do compulsório chinês.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,74%, enquanto, em Tóquio, o Nikkei 225 teve queda de 0,36%. Em Seul, o índice Kospi ainda cedeu 0,13% e, em Taipé, o Taiwan Taiex caiu 0,04%. No sentido oposto, em Xangai, o Shanghai Composite avançou 0,22%.

OGX

Na cena corporativa nacional, os investidores devem voltar a atenção à OGX Petróleo. Na sexta-feira, a certificadora DeGolyer & MacNaughton divulgou relatório em que estimou em 10,8 bilhões de barris de óleo equivalente (BOE) o volume de recursos da OGX. A estimativa anterior, de setembro de 2009, apontava para recursos de 6,7 bilhões de BOE.

A DeGolyer projeta que a companhia do grupo EBX tem recursos potenciais totais líquidos de 5,7 bilhões de BOE na bacia de Campos; 1,8 bilhão de BOE na bacia de Santos; 1,1 bilhão de BOE na Colômbia; 1 bilhão de BOE na bacia do Parnaíba; 800 milhões de BOE na bacia do Espírito Santo; e 400 milhões de BOE na bacia do Pará-Maranhão.      

veja também